| Futebol

CRISTÓVÃO ESTÁ PERDIDO NESSE OCEANO FLAMENGO

INFELIZMENTE, JÁ DEU!

            Cristóvão Borges assumiu o Flamengo no dia 28 de maio deste ano, tentando dar uma tranquilidade ao elenco e a torcida do Flamengo após mais uma passagem do Vanderlei Luxemburgo.

         Pessoalmente, fui totalmente contrario a sua contratação, mesmo torcendo muito para estar errado e torcendo ainda mais pelo seu sucesso.

            Vi se repetir o erro da Diteroria no ano passado, quando contrataram o Ney Franco. Onde passamos vários dias de treinamento sem nenhuma evolução notória. Acho que acertamos o mesmo pé com um tiro pra lá de certeiro.

Sou da teoria que um Clube do tamanho do Flamengo tem que ter treinadores com histórico vencedor, campeão, capaz de mostrar aos seus comandados que ele sabe o que fazer em um momento conturbado, onde os torcedores cobram e cobram muito, onde a imprensa não dá nenhum descanso, seja em um período de glórias ou muito menos em um período conturbado como o atual, onde as vitórias estão escassas principalmente dentro de casa.

         Somos o time com o segundo melhor retrospecto jogando fora de casa e pasmem, somos o pior time jogando nos nossos domínios. Quem poderia imaginar que jogar contra o Flamengo em pleno Maracanã seria motivo de alívio na tabela, pois é praticamente certo voltar na bagagem com três pontos.

         O Cristóvão é um cara boníssimo, de fala mansa, bastante educado, mas as vezes, no meio do futebol isto é exatamente um empecilho. As vezes se faz necessário dar um murro na mesa pra mostrar toda sua revolta com a situação. Outras vezes você tem que dar um grito num determinado jogador pra ver se ele acorda e reage a uma situação adversa. E isto está totalmente fora da realidade do Cristóvão.

         Acredito também que falte ao nosso treinador conhecimento do que é ser Flamengo, de como as coisas acontecem por aqui. Falta conhecimento do elenco e suas principais características ao Cristóvão.

         Tenho notado que ele demora muito pra fazer uma leitura do jogo e conseguir contornar um erro de escalação ou fazer o time jogar de forma diferente. Suas substituições são sempre tardias.

No último jogo contra o Corinthians, fomos para o intervalo perdendo de 2x0 e ele voltou com o mesmo time, não esboçou nenhuma mudança, parecia até que quem estava vencendo o jogo, éramos nós.

A cada rodada vejo o Campeonato Brasileiro indo para brejo e nos mostrando que iremos brigar no máximo a ficar no meio da tabela. O que pra mim e para toda nossa torcida é simplesmente inaceitável. Somos gigantes, temos que entrar nesse campeonato para estar sempre entre os cinco primeiros. Ver Atlético-MG, Fluminense e Sport-PE brigando lá na frente chega a ser para mim uma afronta.

Amanhã, jogaremos nossa sorte na Copa do Brasil contra o Náutico em Recife, valendo classificação. E com esse futebol tacanho que estamos apresentando, chego a ficar temeroso por mais um resultado adverso. O que enterraria qualquer chance de título neste ano.

Sendo assim, acho que a nossa Diretoria deveria, o mais rapidamente possível, tentar corrigir mais um erro cometido na administração do futebol.

Esse é o tipo de erro que quanto mais demorar a corrigi-lo maior será o dano causado por ele.

Temos que contratar um treinador que possa dar uma guinada na atual situação do nosso time, não podemos continuar nessa gangorra de perde uma e ganha outra, porém sempre nos mantendo na região de perigo na tabela do campeonato, arriscando assim de jogar no lixo toda nossa história.

Além de que, precisamos também contratar jogador de qualidade, basta de apostas, vamos meter um pouquinho a mão no bolso EBM.

Cristóvão, infelizmente já deu!

E vocês o que acham, deve trocar ou continuar com o Cristóvão?

Saudações Rubro-Negras!

Mengão sempre!

 

Obs. Ontem o nosso eterno Zico, o Galinho de Quintino, mostrou toda sua indignação com o atual momento do mais querido, na Rádio Globo. E foi a voz de todos nós torcedores, dizendo tudo aquilo que gostaríamos de dizer e não temos oportunidade. Muitas vezes deixando o Juninho Pernambucano com a cara mexendo. O Eduardo Bandeira de Melo também participou do programa e ouviu todas as críticas do Galo com absoluta educação, como é de praxe.

 


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.