| Futebol

Cristóvão: "Me sinto privilegiado"

Técnico exalta o Mais Querido e explica expectativas para trabalho

Após comandar os treinos do Flamengo nesta quinta-feira (28.05), o técnico Cristóvão Borges conversou com a imprensa sobre seu início no Flamengo.  Apresentado pelo diretor de futebol Rodrigo Caetano, ele falou sobre suas expectativas no trabalho pelo Rubro-Negro e exaltou o que chamou de grande oportunidade.

Faça parte do time do Cristóvão e seja sócio-torcedor. Clique aqui e faça sua adesão.

Confira a coletiva:

Vestiu rubro-negro...
Ficou muito bem em mim. Já trabalhei no Flamengo antes, então é a segunda vez que estou aqui. É bom voltar. Fui bem recebido. Estou muito contente e muito feliz. Me sinto um profissional privilegiado de ter a oportunidade de dirigir este grande clube. Algumas pessoas aqui já conheci e outras estou conhecendo mas estou me sentindo muito à vontade. Sei o tamanho do clube e quero aproveitar bem esta oportunidade.

Sentimento na chegada
Tenho tentado fazer tudo da melhor maneira possível e acho que a sequência de trabalho que fiz, me deixa bastante orgulhoso por chegar aqui. O Flamengo é um lugar que todo profissional quer estar. Sou baiano, tenho corpo fechado e por isso que cheguei assim. Ninguém falou de metas, mas não precisa. Chegou aqui é para ganhar.

Marcelo Cirino
Ele não é jogador de referência, mas como é de velocidade e alto foi adaptando e jogando ali. E com isso ganhou mais uma maneira de jogar. Se destacou jogando pelo lado,mas como referência fez muitos gols. Acho que isso o completa como atacante. É muito bom, ele poder fazer mais de uma função. Mas a maneira de utiliza-lo vai depender do que precisamos.

Opções táticas
Temos grandes jogadores e que são versáteis. A maneira de se colocar o time depende do elenco que tem e aí a gente monta de acordo com as necessidades do que temos em mãos. E aqui temos jogadores assim, que podem ter variações de sistemas e que podem jogar em mais de uma função se necessário.

Potencial da equipe
O ambiente é sob pressão porque temos consciência que a produção da equipe não tem sido compatível com a qualidade que tem. E estamos sendo cobrados por isso. Não conseguimos o resultado e temos que dar a resposta. O Flamengo é um time que conheço, estava jogando contra recentemente e o potencial da equipe é grande. Não é condizente com o lugar na tabela. E acreditando e confiando nisso, logo, logo, vamos sair dessa situação.

Assistindo jogos de fora do país
Quando fui ver esses jogos, foi pelo prazer de ver grandes jogos e grandes jogadores porque a concepção tática já tinha pois estudo e pesquiso há algum tempo. Estando fora ou não, procuro me atualizar em tudo isso. Aproveitei que saí do Fluminense e fui estudar lá fora. E o que vi é que algumas coisas importantes podemos e devemos melhorar. Equipe que joga organizada, de forma compacta, com disciplina tática e movimentação... Essas coisas que é do jeito que se joga no mundo que devemos acompanhar.

Tempo para o clássico
 É curtíssimo. Porque vou fazer o primeiro treino tático amanhã, então serão dois treinamentos táticos durante o dia. Mas temos jogadores de nível, inteligentes e vou aproveitar a oportunidade. Alguma coisa vamos ter que botar no jogo. O pensamento e desejo de todos nós, especialmente a torcida, é o mesmo: que o time jogue bem e ganhe. Conseguindo isso, estaremos juntos.

Falta de confiança

Isso que Wallace falou é por resultados. Nós vamos trabalhar para reconquistá-los. O que estamos sabendo e precisando é de resultado e só então vem a calmaria. Precisamos melhorar. À medida que fomos melhorando, as coisas vão se acalmando. Falei com os jogadores e estou muito motivado e muito contente. Porque joguei contra o Flamengo, vi o Flamengo no começo da temporada e vi coisas muito interessantes. Então o potencial existe. Espero que assimilem, gostem daquilo que vou propor e aí as coisas se encaixem.

Vantagem para o Fla-Flu

Nenhuma. Não vou colocar como desvantagem chegar agora porque acredito no grupo. Depois da reação que vi. Estou confiante nessas coisas. Claro que o tempo é curto. Mas essa coisa de conhecer o grupo não tem vantagem. A vantagem é quem vai estar melhor ali na hora e com concentração para fazer tudo.

Desfalques

Conto com Cirino e Éverton. Tomara que voltem agora. Espero que ocorra tudo bem, vão treinar amanhã e sábado. E pelo que treinaram hoje acho que vai dar tudo certo. 

Fonte: http://www.flamengo.com.br/site/noticia/detalhe/21279/cristovao-me-sinto-privilegiado

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.