| Futebol

Cruzeiro iguala maior vantagem de um líder após 11ª rodada do Brasileiro

Mineiros repetem feito do Flamengo, que em 2008 abriu folga de cinco pontos mas perdeu força por causa de desfalques. Atual Z-4 tem somatório baixo de pontos

A vitória fora de casa sobre o Palmeiras por 2 a 1 não apenas manteve o Cruzeiro na liderança do Campeonato Brasileiro, como aumentou de três para cinco pontos a vantagem sobre o segundo colocado, o Corinthians. Essa diferença só foi registrada uma outra vez a essa altura do campeonato na era dos pontos corridos: em 2008, quando o Flamengo tinha boa folga sobre o próprio Cruzeiro. 

A edição deste ano também tem o segundo pior somatório de pontos ao término da 11ª rodada dos times que ocupam a zona de rebaixamento desde 2004, quando passaram a ser quatro os rebaixados. Vitória (oito pontos), Figueirense (sete), Coritiba (sete) e Flamengo (sete) conquistaram juntos 29 pontos, apenas quatro a mais do que o líder Cruzeiro. O número só não é pior do que o registrado em 2011. Na ocasião, Atlético-GO (nove), América-MG (sete), Avaí (sete) e Atlético-PR (cinco) totalizaram 28.

info - Diferença de pontos entre Líder e Vice-líder no brasileirão (Foto: Editoria de Arte)

Liderar o campeonato na 11ª rodada, porém, não é um sinal de que o título está encaminhado. Desde 2003, apenas Cruzeiro (em 2003) e Corinthians (2011) foram campeões. No primeiro ano de implantação dos pontos corridos, a Raposa somava 24 pontos, contra 21 do Corinthians. Oito anos depois, o Timão era líder com 26 pontos, quatro a mais do que o São Paulo.

Em 2008, primeiro ano em que a vantagem foi de cinco pontos, o Flamengo sofreu com a perda de alguns de seus principais jogadores, como Marcinho, Renato Augusto e Souza. Terminou o campeonato em quinto lugar. É uma realidade diferente da do Cruzeiro atual, que tem conseguido segurar a base da equipe e até se reforçar (casos de Manoel, Marquinhos e Neilton). O atacante Marcelo Moreno espera dificuldades por causa dessa folga na liderança:

marcelo moreno cruzeiro em boston (Foto: PauloLopes/NCSG)Marcelo Moreno espera adversários dando mais atenção ao Cruzeiro (Foto: NCSG)

- O nosso objetivo é continuar na liderança do campeonato, e abrir cinco pontos de vantagem tão cedo aumenta nossa confiança para jogar cada vez melhor. Estar na ponta da tabela faz com que as outras equipes joguem com ainda mais atenção, marcando muito forte. Os adversários devem jogar bem fechados quando nos enfrentarem no Mineirão, e devemos aproveitar a força da torcida para dar continuidade ao bom trabalho. 

O técnico Marcelo Oliveira vê a atual edição mais difícil do que no ano passado, quando a essa altura o Cruzeiro ocupava a vice-liderança, com 21 pontos, dois a menos do que o Botafogo.

- Acredito que neste ano o campeonato esteja mais difícil, com umas três ou sete equipes na briga pelo título. As equipes se prepararam muito bem, e existem também as de tradição. É claro que só com o decorrer do campeonato é possível perceber quem tem chances, e sempre pode surgir uma surpresa.

Os 25 pontos dão ao Cruzeiro o terceiro melhor desempenho de um líder a essa altura do campeonato, perdendo para o Flamengo de 2008 (26) e o Atlético-MG de 2012 (28) - que perdeu o título para o Fluminense. 

Assim como na maioria das vezes mudou o líder da 11ª até a última rodada, a zona de rebaixamento também sofre muitas alterações. Dos 40 times que caíram para a Série B desde que se instituiu o Z-4 (quatro por ano, a partir de 2004), 15 estavam entre os quatro últimos colocados na 11ª rodada. Isso representa 37,5%. No entanto, nenhuma equipe que se encontrava na zona conseguiu se recuperar a ponto de conquistar o título. 

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.