| Futebol

Cuca x Zé Ricardo, o encontro dos técnicos que mudaram Palmeiras e Flamengo

flameng - Cuca x Zé Ricardo, o encontro dos técnicos que mudaram Palmeiras e Flamengo

Nesta quarta-feira (14), o Allianz Parque vai ser o palco de um dos duelos mais esperados deste Campeonato Brasileiro, Palmeiras e Flamengo, líder e vice-líder se enfrentam num daqueles jogos que podemos chamar de "final antecipada". O time de Cuca quer manter a liderança, já o time de Zé Ricardo deseja ultrapassar o adversário na tabela e chegar ao topo pela primeira vez. Os dois técnicos têm mais em comum do que apenas a briga pela primeira posição.

 


VEJA TAMBÉM:

Trauma verde de 2009 | O que mudou em Palmeiras x Fla | G. Jesus é mistério


O grande mérito do trabalho de Cuca no Palmeiras foi aproveitar o período de "férias forçadas" que o time teve por causa das eliminações precoces no Campeonato Paulista e na Copa Libertadores. Enquanto o Brasileirão não começava, o técnico teve 20 dias para aprimorar o time fisicamente e taticamente. Ele estava muito confiante e chegou a prometer que o time será campeão brasileiro. Pode até não cumprir o que disse, mas já mostrou sua qualidade para dar um rumo ao Palmeiras.

 


(Foto: Cesar Greco / Palmeiras)

 

O ponto forte do Palmeiras de Cuca é o ataque, o melhor do Campeonato Brasileiro, com 42 gols. O trio Dudu, Gabriel Jesus e Róger Guedes é perigoso. Érik e Rafael Marques já fizeram boas contribuições também. Além disso, é importante destacar como os outros setores ajudam o time ofensivamente. Cleiton Xavier, Moisés e Tchê Tchê criam a maioria das jogadas. E os zagueiros são muito perigosos nas bolas aéreas - o time já fez 12 gols nesse tipo de lance.

 


(Foto: Cesar Greco / Palmeiras)

 

Mas Cuca também fez bom trabalho na defesa, até porque o time ainda não teve uma zaga entrosada e mesmo assim levou menos de um gol por jogo (23 em 24 partidas). Uma das mudanças do treinador, feita durante o campeonato, foi optar por escalar um volante de contenção sempre que o time joga fora de casa. Além disso, a marcação individual tem funcionado bem porque os atletas tem jogado com intensidade, concentração e disposição.

 


(Foto: Cesar Greco / Palmeiras)

 

Esse trabalho bem feito reforça como Cuca é um dos melhores técnicos do Brasil. O único problema para o Palmeiras foi uma infeliz declaração recente dele, em que indicou que pretende voltar para China após o final do ano. Depois de tudo que aconteceu nesse Brasileirão, com certeza perder Cuca seria um pesadelo para os palmeirenses.

 

Números do Palmeiras no Brasileirão:

 

No Flamengo, Zé Ricardo fez o que há muito tempo não se via, o treinador pegou o time num momento delicado após a saída de Muricy Ramalho e um primeiro semestre para ser esquecido após as precoces eliminações na Primeira Liga, Campeonato Carioca e Copa do Brasil. Ele conseguiu dar padrão de jogo a equipe e fazer a torcida novamente jogar junto.

 


(Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)

 

Fato que o fez passar de interino para técnico do clube, vencendo o desejo da diretoria em ter um treinador de renome . Chegaram até estar próximo de um acerto com Abel Braga, mas diante dos resultados efetivar Zé Ricardo foi a melhor opção.

 

Um dos grandes méritos do trabalho dele foi ter ajustado o sistema defensivo que vinha sofrendo com um elevado número de gols. Zé bancou a dupla Réver e Rafael Vaz com Márcio Araújo a frente da defesa, juntos, os três vem fazendo um grande Campeonato Brasileiro.

 

(Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)

 

Outro detalhe importante foi a recuperação de alguns jogadores como Pará e Gabriel que, por conta das fracas atuações no início da temporada, vinham sendo pouco aproveitados. Agora, são peças importantes que decidem jogos para o Flamengo.

 

Hoje o time rubro-negro tem uma competitividade saudável dentro do elenco, o sistema de 'meritocrácia" está bem implantado e mesmo quando uma peça é alterada o time joga da mesma maneira. O que facilita para o descanso de todos, já que o Flamengo está sem o Maracanã e precisa viajar constantemente para disputar seus jogos.

 


(Foto: Márcio Cunha / Mafalda Press)

 

Zé Ricardo também é um incentivador do futebol bonito, em alguns momentos durante os treinos ele pede aos jogadores que driblem e façam jogadas de efeito. Isso reflete no campeonato, o Flamengo é o time mais driblador do Brasileirão e não costuma fazer muitas faltas.

 

Números do Flamengo no Brasileirão:

 

Para quem acompanha a carreira do treinador que começou no futsal, o bom trabalho na equipe profissional não é surpresa, mesmo com pouca experiência vem tornando o Flamengo cada vez mais competitivo e com um futebol interessante de ser apreciado.

 


(Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)

 

O duelo desta quarta-feira(14), não é apenas uma "decisão" mas também o encontro das duas equipes que apresentam o melhor futebol neste campeonato e de dois técnicos com filosofias parecidas. A favor da bola, do ataque e da essencia do futebol brasileiro.

Fonte: https://esportes.yahoo.com/noticias/cuca-x-z%C3%A9-ricardo-o-154900573.html

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.