| Futebol

Cuéllar comemora boa partida, mas afirma: "Sempre há coisas para melhorar"

Volante teve grande atuação na goleada por 4 a 0 diante da Chapecoense

flameng - Cuéllar comemora boa partida, mas afirma: "Sempre há coisas para melhorar"

Foto: Gilvan de Souza

Além do desempenho quase perfeito no duelo contra a Chapecoense, Cuéllar foi o autor do gol que abriu o caminho para a expressiva vitória na Ilha do Urubu. Na volta do elenco aos trabalhos no Ninho do Urubu, o volante concedeu entrevista coletiva na Sala de Imprensa Victorino Chermont e celebrou a boa partida que fez nessa quarta-feira (20).

Sócio-torcedor tem mais Flamengo em vídeos da FlaTV Nação Rubro-Negra, com entrevistas exclusivas dos jogadores! Clique e sinta o orgulho de ser sócio-torcedor.

"É muito bom ajudar o time a vencer uma partida. ganhamos, nos classificamos e é muito importante eu ter feito um gol. Estava bem colocado no momento. Me senti cômodo com e sem a bola. Sempre há coisas para melhorar, mas ganhando e fazendo gols é mais fácil, claro. Foi uma partida boa de toda a equipe, não demos brechas para a Chapecoense e isso é um ponto importante para mim e para o time também", elogicou o camisa 26.

As chegadas à área de Cuéllar foram uma arma de extrema importância para o bom desempenho da equipe no confronto que selou a classificação rubro-negra para as quartas de final da Conmebol Sul-Americana. Seu gol mostra como as infiltrações feitas tanto pelo colombiano, quanto por Willian Arão, com quem forma sólida parceria à frente do setor defensivo, são efetivas. 

"O professor cobra muito isso nas preleções. Quando vi que o Trauco lançou a bola para o Guerrero, pensei em chegar na área e acompanhar o Guerrero para ele passar para mim. Não vi a bandeira levantar, quando chegou a bola para mim apenas chutei para o gol e graças a Deus marquei", disse o volante, que explicou a dedicatória de sua comemoração. "Para minha mulher e meu filho, que sempre estiveram ao meu lado nos momentos bons e ruins", completou.

Nesta quinta-feira (21), o Mais Querido deu início à preparação para o próximo desafio na temporada, contra a equipe do Avaí. Cuéllar comentou sobre mais essa importante partida pelo Campeonato Brasileiro, visando dar continuidade à boa sequência nesse sábado (23) diante do torcedor rubro-negro na Ilha do Urubu.

"Aqui no Brasil não tem time fraco. Todos têm qualidade e é um futebol competitivo. É um time que vem crrescendo e isso está nos números. Enfrentaremos um time difícil, mas temos que procurar o resultado contra uma grande equipe que está fazendo um returno importante", projetou.

Amanhã, o técnico Reinaldo Rueda fará os últimos ajustes na equipe antes do duelo contra a equipe catarinense, que terá início às 19h.

Veja outros trechos da entrevista coletiva de Cuéllar:

Chances na seleção colombiana
No trabalho não mudou nada, sempre o fiz da mesma forma desde o ano passado, quando cheguei ao Flamengo. Trabalhando forte para ganhar uma posição e infelizmente não estava conseguindo. A troca do treinador está me dando um pouco de confiança por ele ter me conhecido na Colômbia. Isso foi muito importante para mim. A confiança no futebol é tudo. Quando a temos, são maiores as chances das jogadas darem certo. A cada dia tenho uma coisa diferente para melhorar, nos treinos e nos jogos.

Vaga na Libertadores
Acho que a primeira chance que temos é o Brasileiro contra o Avaí. É muito importante conquistarmos os três pontos, que nos manterão dentro do grupo da Libertadores. Obviamente a partida contra o Cruzeiro é muito importante para nós, que é por onde estamos mais próximos à essa vaga, mas agora é pensar no Avaí, com todo respeito que o Cruzeiro merece. Primeiro temos que pensar nessa decisão contra o Avaí e depois pensaremos na próxima no Mineirão.

Presença de Juan na equipe
Dá muita confiança. Não só o Juan, como o nosso capitão Réver, o Rafael e o Rhodolfo. São caras que passam tranquilidade para nós que estamos à frente deles no campo. É admirável como ele, como um jogador um pouco mais velho, treina. Como se esforça no dia a dia, nos treinamentos e nos jogos. Nós temos que copiar isso, principalmente os jogadores mais jovens para chegarem à idade dele com essa qualidade.

Chegada ao Mais Querido
Vim para o Flamengo pelo fato de ser um jogador selecionável e pelo meu nível no momento. Estou mostrando isso agora. Infelimznete, no ano passado, não tive muita continuidade de jogo, mas agora estou tendo essa chance e tentando fazer as coisas da melhor maneira. Não posso cair de nível, para seguir atuando bem pelo Flamengo e, se Deus quiser, pela seleção também.

Foco específico em cada competição
É difícil, porque não temos só o Brasileiro e a Copa do Brasil. Temos muitos campeonatos aqui, como a Sul-Americana, Libertadores e Copa da Primeira Liga, então é um pouco difícil mudar o chip. Estou 100% à disposição do treinador e acho que todo o time terminou bem a partida de ontem. Todo o elenco estará pronto para o Avaí e, se não estiver, irão para a decisão da Copa do Brasil.

Instruções de Rueda
Temos que pensar primeiro em marcar e depois sair para o ataque. Tentar fazer um jogo fluente na saída de bola. O professor cobra muito para que apareçamos de surpresa, principalmente a mim. Fiz um pouco nesse jogo e tentarei seguir fazendo para que dê certo e eu siga fazendo gols.

Times brasileiros em torneios internacionais
Sou um cara que acho que o emocional conta muito no futebol. Jogar na Argentina é muito difícil, no Equador também, pelo fato da altitude. O brasileiro tem muita qualidade nos jogadores e nos times. O futebol está crescendo cada dia mais, não só em dinheiro, mas em performance. Se não estiver bem treinador, com certeza será difícil vencer. Temos que focar nisso e certamente o Brasil voltará a ser a potência que sempre foi.

Fonte: http://www.flamengo.com.br/site/noticia/detalhe/26022/cuellar-comemora-boa-partida-mas-afirma-sempre-ha-coisas-para-melhorar

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.