Cuéllar e Flamengo se aproximam de renovação; multa pode chegar a 50 milhões de euros

Cuéllar e Flamengo se aproximam de renovação; multa pode chegar a 50 milhões de euros

Cuéllar é um dos principais nomes do sistema defensivo do Flamengo. Polivalente e com bom tempo de bola, o camisa oito caiu nas graças da Nação após não deixar faltar raça em campo. E as boas atuações estão prestes a serem recompensadas. De acordo com Raphael Zarko, do Globoesporte.com, o Mais Querido e o atleta se aproximam de uma renovação até 2022 com multa que pode chegar a 50 milhões de euros.

Ao invés de mais um ano de contrato, o que era discutido anteriormente, Cuéllar vai assinar até o meio de 2022. O vínculo atual vai até dezembro de 2019. Para que isso aconteça, as partes devem rescindir o contrato para fazer um novo. Vale ressaltar que o tempo máximo de contrato a ser registrado no futebol brasileiro é de cinco anos.

A extensão contratual inclui aumento salarial, que não foi divulgado pela reportagem. As negociações começaram ainda com o ex-diretor de futebol Rodrigo Caetano e seguiram com os dirigentes Carlos Noval e Ricardo Lomba, vice-presidente de futebol. O novo acordo protege o Flamengo às vésperas da abertura da janela internacional de transferências.

Gustavo Cuéllar está na lista dos 35 convocados para a seleção colombiana, comandada pelo técnico José Pekerman. A apresentação acontece na próxima semana. Caso seja confirmado, o volante pode perder o último jogo da Libertadores, contra o River Plate, na Argentina. A partida definirá o primeiro colocado do grupo, que dá vantagem de decidir a próxima fase no Brasil.