Emprestado pelo River Plate-ARG, o jogador defendeu a Universidad Católica, adversário desta quarta pela Libertadores, entre os anos de 2005 e 2006. Neste período, virou símbolo da equipe, quebrando uma sequência sem títulos nacionais do time e sendo semifinalista da Sul-Americana. Por isso, ninguém esquece o argentino.

A reportagem do ​GloboEsporte.com informou que foi procurada por três veículos de imprensa, entre eles os jornais El Mercúrio e La Tercera, em busca de um contato de Conca. A assessoria de imprensa do Flamengo recebeu seis solicitações de pauta. Ou seja, havendo o reencontro ou não, ídolo será sempre ídolo.

​​