| Futebol

Curta, mas intensa: a trajetória de Rueda até a decisão

Resultado dessa quarta-feira garantiu o Mais Querido na final da Copa do Brasil

flameng - Curta, mas intensa: a trajetória de Rueda até a decisão

Foto: Gilvan de Souza

O primeiro grande objetivo do técnico Reinaldo Rueda à frente do Flamengo foi alcançado nesta quarta-feira. Diante de um Maracanã lotado pela Nação, que vibrou e empurrou o time durante os 90 minutos de partida, o colombiano viu seus comandados avançarem à grande final da Copa do Brasil vencendo o Botafogo por 1 a 0, após um empate por 0 a 0 no primeiro confronto.


E foi no jogo de ida da semifinal que a história de Rueda entrelaçou-se com a do Mais Querido...

Desde o momento do anúncio oficial, no dia 14 de agosto, teve início uma corrida contra o tempo para ter Rueda no comando da equipe no primeiro clássico da semifinal. Os documentos para a regularização precisavam ficar prontos até o dia da partida, que ocorreu há exatamente uma semana. Contando com a competência dos profissionais do departamento de futebol envolvidos no processo, o treinador e os novos membros da comissão técnica puderam estar no banco de reservas.

Em campo, o Mais Querido ficou perto de conquistar uma vitória. Na etapa inicial, Berrío passou perto de balançar as redes após linda jogada de Pará pela direita, tendo sido impedido por uma grande defesa de Gatito Fernandez. Já no período complementar da partida, Diego acertou a trave do goleiro adversário em linda cobrança de falta.

Três dias depois, um impacto mais contundente do trabalho de 'El Catedrático', como é conhecido o treinador colombiano, apareceria. Voltando as atenções ao Campeonato Brasileiro, Rueda conseguiu aplicar um pouco mais de seu estilo de jogo à equipe, apesar do pouco tempo de trabalho na partida contra o Atlético-GO.

O Flamengo conseguiu envolver o adversário com um toque de bola rápido e vertical. Vinicius Jr. foi o autor de ambos os gols na vitória por 2 a 0 na Ilha do Urubu, que também teve participação importante do meio-campista Lucas Paquetá, testado pela primeira vez como centroavante. O camisa 39 aproveitou bem a chance recebida e recebeu muitos elogios do treinador durante entrevista coletiva após o confronto.

Na noite desta quarta-feira não foi diferente. Uma grande performance orquestrada pelo técnico colombiano e desempenhada com maestria pelos atletas garantiu a vaga na grande final da Copa do Brasil, cujo título será decidido contra o Cruzeiro.

Fonte: http://www.flamengo.com.br/site/noticia/detalhe/25887/curta-mas-intensa-a-trajetoria-de-rueda-ate-a-decisao

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.