| Futebol

De olho na parada para a Copa, Ney encara pressão no Flamengo

Depois de vice de futebol colocar férias de 10 dias no meio do ano na berlinda, técnico diz que programação será divulgada na semana que vem

Ney Franco no treino do Flamengo (Foto: Gilvan de Souza / FlaImagem)Ney Franco comanda o treino do Flamengo (Foto: Gilvan de Souza / FlaImagem)

A preocupação é grande com o momento atual do Flamengo.Na 16ª colocação no Campeonato Brasileiro, com cinco pontos em seis jogos, o time terá mais três rodadas pela frente antes da paralisação para a Copa do Mundo na tentativa de se manter fora da zona de rebaixamento.

A pressão existe e o Flamengo se programa para ter mais tranquilidade durante a paralisação. Depois de seus dois primeiros jogos, o técnico Ney Franco garante estar preparado para qualquer tipo de questionamento que possa ser feito sobre o seu trabalho.

- Qualquer equipe que nessa parada esteja na zona de rebaixamento vai trabalhar questionado, pressionado o tempo todo. Os profissionais precisam ter capacidade emocional de conviver com essa pressão. Quem não tiver, que vá trabalhar na Quarta Divisão ou em um time que não tenha divisão - afirmou Ney.

A situação do Flamengo mexe até mesmo com a programação de treinamentos. Nesta sexta-feira, os jogadores que iniciaram o jogo com o Bahia ainda fizeram uma atividade mais leve e praticaram cobranças de pênalti. O restante do grupo fez um treinamento técnico de ataque contra defesa.

Para a sequência do trabalho, os jogadores seguem com as férias de 10 dias durante a parada para a Copa na berlinda. O vice-presidente de futebol, Wallim Vasconcelos, já havia dito que a situação seria estudada. Ney Franco informou que a programação será divulgada na próxima semana.

- Se tiver os 10 dias, eles serão bem-vindos. Se não tiver, não temos condições de escolher nada. Quanto mais trabalho melhor. É o único modo de virar as coisas. Vamos fazer o que a comissão técnica determinar. Somos muito bem pagos para isso - disse o zagueiro Wallace.

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.