| Futebol

De virada, Flamengo derrota Cruzeiro e mantém caça ao Palmeiras

flameng - De virada, Flamengo derrota Cruzeiro e mantém caça ao Palmeiras
Depois de ficar atrás, o Flamengo conseguiu a virada nos últimos dez minutos (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

O Flamengo segue vivo na briga pelo título do Campeonato Brasileiro. Em partida emocionante, disputada na tarde deste domingo, no estádio Kleber Andrade, em Cariacica, o Rubro-negro da Gávea derrotou o Cruzeiro, de virada, por 2 a 1. O resultado fez o Flamengo chegar aos 43 pontos ganhos, um a menos do que o líder Palmeiras. A derrota complicou a situação do Cruzeiro que continua com 30 pontos e ocupa a 17ª posição.

Os dois times atuaram de forma ofensiva, mas o Flamengo acabou premiado pela objetividade dos seus atacantes e manteve a sua invencibilidade em partidas disputadas no Espírito Santo. O time mineiro saiu na frente com Rafinha, já no segundo tempo, mas o time da Gávea não se abalou e conseguiu marcar com Mancuello e Paolo Guerrero para festa da torcida que lotou o estádio.

Na próxima rodada, o Flamengo vai enfrentar o São Paulo, no Morumbi. O Cruzeiro vai receber o Grêmio no Mineirão.

O jogo – Apoiado por uma grande torcida, o Flamengo partiu para o ataque desde o início. Logo no primeiro minuto, Gabriel foi derrubado quando investia pela direita. Diego levantou na área para Paolo Guerrero, mas o atacante peruano fez falta e anulou a jogada.

O Cruzeiro respondeu com uma boa tabela entre Arrascaeta e Edimar. O meia uruguaio cruzou fechado e facilitou a defesa de Alex Muralha. Logo depois foi a vez de Ezequiel cruzar para Ábila, mas o argentino foi bloqueado pela zaga rubro-negra.

O Flamengo se mostrava um pouco mais agressivo na busca pelo primeiro gol. O time rubro-negro passou a marcar a saída de bola do Cruzeiro e impedir a troca de passes da equipe mineira, que foi obrigada a apelar para os lançamentos para fazer a bola chegar ao seu ataque.

O time dirigido por Zé Ricardo dominava completamente e criava seguidas situações de perigo. Aos 20 minutos, Réver tentou o chute direito, mas a bola desviou na zaga e sobrou para Guerrero completar, mas Rafael fez grande defesa. Dois minutos depois, Pará cruzou e Guerrero completou de bicicleta, mas o goleiro Rafael voltou a brilhar, evitando o primeiro gol da equipe da Gávea.

O Cruzeiro só voltou a aparecer na área carioca aos 28 minutos em bela conclusão de Arrascaeta. Foi a vez de Alex Muralha aparecer bem e desviar para escanteio.

Aos 33 minutos, o primeiro lance polêmico. Robinho foi lançado na área, trombou com Rafael Vaz e caiu pedindo pênalti. O juiz nada marcou e Rafael Sobis ainda completou para uma defesa sem problemas de Alex Muralha. Logo depois, Ezequiel cruzou e Ábila colocou a bola nas redes, mas a arbitragem marcou impedimento.

O segundo tempo começou com o mesmo panorama da etapa inicial: os dois times atuando em ritmo mais lento e cometendo muitos erros de passes, o que impedia que fossem criadas jogadas objetivas de ataque. Só aos 13 minutos é que a torcida voltou a vibrar. Everton deu uma caneta em Ezequiel e foi derrubado ao lado da área. Na cobrança, Réver subiu para cabecear, mas cometeu falta e invalidou a jogada. Logo depois, Pará cruzou e Everton cabeceou, mas mandou a bola para fora.

O Cruzeiro não conseguia mais chegar ao ataque com facilidade e Ábila tinha que recuar para conseguir participar do jogo. O técnico Zé Ricardo decidiu tornar o Flamengo mais ofensivo. Ele colocou o meia Mancuello e o atacante Fernandinho nas vagas do volante Márcio Araújo e do atacante Gabriel.

Aos 29 minutos, o Cruzeiro marcou o primeiro gol. Rafinha recebeu na esquerda, se livrou da marcação de dois defensores rubro-negros e bateu no ângulo direito de Alex Muralha, sem chances de defesa para Alex Muralha.

Sem outra alternativa, o Flamengo partiu para o ataque, na tentativa de buscar o gol do empate. Aos 33 minutos, quase que o time carioca marca.  Guerrero recebeu na entrada da área e lançou Mancuello que se livrou do marcador e chutou com muito perigo, mas a bola saiu tirando tinta da trave esquerda de Rafael.

O Flamengo empatou aos 38 minutos. Paolo Guerrero recebeu na entrada da área e chutou. A bola desviou na marcação e encobriu o goleiro Rafael. Logo depois, Alex Muralha evitou o desempate, ao defender um chute de Ábila que estava livre, na pequena área.

E o Flamengo virou aos 43 minutos.O argentino Mancuello recebeu na entrada da grande área e bateu de curva para vencer Rafael e garantir a vitória da equipe carioca.

FICHA TÉCNICA FLAMENGO 2 X 1 CRUZEIRO

Local: Estádio Kleber Andrade, em Cariacica (ES) Data: 25 de setembro de 2016 (Domingo) Horário: 16h(de Brasília) Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (Fifa-RS) Assistentes: Jorge Eduardo Bernardi (RS) e Lucio Beiersdorf Flor (RS) Cartões amarelos: Pará(Fla) ;Rafael Sóbis, Ezequiel (Cru) Gols: FLAMENGO: Paolo Guerrero aos 38 minutos do segundo tempo. CRUZEIRO: Rafinha, aos 29 minutos do segundo tempo

FLAMENGO: Alex Muralha, Pará, Réver, Rafael Vaz e Jorge; Márcio Araújo(Mancuello), Willian Arão, Diego, Gabriel(Fernandinho) e Everton(Alan Patrick); Paolo Guerrero Técnico: Zé Ricardo

CRUZEIRO: Rafael, Ezequiel, Manoel, Bruno Rodrigo e Edimar; Henrique, Lucas Romero(Ariel Cabral),  Arrascaeta(Rafinha), Robinho e Rafael Sobis(Elber); Ramon Ábila Técnico: Mano Menezes

 

 

Fonte: http://www.gazetaesportiva.com/campeonato-brasileiro-serie-a/de-virada-flamengo-derrota-cruzeiro-e-mantem-caca-ao-palmeiras/

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.