De volta, Jonas pode ser o titular no começo da caminha do Fla na Liberta

De volta, Jonas pode ser o titular no começo da caminha do Fla na Liberta

Jonas retornou ao Flamengo este ano após passar duas temporadas emprestado e, incialmente, havia a dúvida se ele seria utilizado ou, novamente, ficaria longe da Gávea. Não só foi utilizado como tem boa chance de ser o volante titular, peça fundamental no esquema do técnico Paulo César Carpegiani, no início da caminhada rubro-negra na Copa Libertadores. O treinador vem usando o 4-1-4-1 com o Cuellar sendo o homem à frente da zaga, mas o colombiano não poderá atuar nas duas primeiras rodadas da competição sul-americana pelo fato de estar suspenso, abrindo uma briga interna pela vaga.

Jonas foi titular no Coritiba no ano passado e um dos pontos que em teve destaque foi nas roubadas de bola, além de ter marcado dois gols. No começo do Campeonato Carioca, quando foi usado o esquema 4-3-3 e um time 'alternativo', Jonas foi titular como primeiro volante contra o Volta Redonda e Cabofriense. Contra o Bangu, jogou ao lado de Cuellas e, na semifinal da Taça Guanabara, contra o Botafogo, entrou no decorrer da partida, mas como zagueiro, no lugar de Réver.

No fim do ano passado, Jonas afirmou que tinha evoluído e, nesta segunda passagem pelo clube da Gávea (após defender Ponte Preta, Dínamo Zagreb (CRO) e Coritiba) esperava apagar a má impressão que deixou em 2015, quando chegou com bastante expectativa - na temporada anterior, havia se destacado pelo Sampaio Corrêa e chegou a ganhar o apelido de Schweinsteiger do Maranhão -, mas não conseguiu se firmar.

Carpegiani deu indícios que, inicialmente, pensava em Rômulo para a vaga de Cuellar, mas o jogador não conseguiu corresponder como esperado nas oportunidades que teve neste começo de temporada, não atuando em jogo algum do início ao fim. Ronaldo, outro que poderia ocupar a função, não foi relacionado para as últimas partidas do primeiro turno do Estadual. Já William Arão, ainda se recupera de lesão na panturrilha direita, mas, ainda assim, o treinador disse, anteriormente, que não o enxerga como o jogador para estar imediatamente à frente da zaga, função de Cuellar hoje.

Desta forma, Jonas sai na frente nesta batalha interna e tem a oportunidade de mostrar ao torcedor rubro-negro que pode ser importante no atual elenco. A confiança de Carpegiani ele parece já ter conquistado.

Rômulo sente incômodo

Os volantes Rômulo e Willian Arão deram voltas ao redor do gramado no treino da última terça-feira, mas Rômulo sentiu um incômodo muscular e acabou não participando do treinamento com o restante do grupo.

Taruco, que faz um trabalho de recondicionamento físico, realizou uma atividade à parte. Ele ainda não está liberado para exercícios com os companheiros


DO FLA AO FLA

CHEGADA

Depois de se destacar pelo Sampaio Corrêa, Jonas chegou ao Flamengo em 2015 e com um certo destaque. Ele chegou a marcar um bonito gol no clássico com o Fluminense, em um chute de longe, mas, com o passar da temporada, acabou perdendo espaço e não fez parte dos planos para a temporada seguinte.

PONTE PRETA

Em fevereiro de 2016, foi anunciado como reforço da Ponte Preta, mas ficou apenas alguns meses no clube

DÍNAMO ZAGREB

Em junho, foi emprestado pelo Flamengo ao Dínamo Zagreb, da Croácia

CORITIBA

No ano passado, defendeu o Coritiba e mostrou pontos positivos. Apesar do rebaixamento do clube à Série B do Brasileiro, teve boas atuações

RETORNO

Voltou ao Flamengo este ano e foi titular no início da temporada, com o time considerado 'alternativo'. Atuou em quatro partidas, até o momento, nesta Taça Guanabara.