"A gente aguarda na semana que vem a fundamentação para imediatamente interpor nosso recurso para a Corte Arbitral do Esporte, requerendo a eles que realizem com a maior urgência possível uma audiência em Lausanne, na sede do tribunal, para que tenhamos julgamento ainda no mês de fevereiro", disse o advogado Bichara Neto, contratado por Guerrero, em entrevista ao ​globoesporte.com.

Enquanto a situação não é resolvida, ​o Flamengo suspendeu o contrato de Guerrero, válido até agosto desse ano. Apesar disso, a defesa do jogador mostrou confiança na anulação da suspensão do atacante peruano.

"Estamos muito confiantes. A jurisprudência no CAS nos deixa muito confiante em absolver o Guerrero dessa injusta suspensão. Os precedentes do CAS em outros casos de doping nos deixam confiantes em continuar buscando a absolvição dele. A gente precisa correr contra o tempo por que, na nossa visão, na prática ele está cumprindo suspensão indevida", concluiu Bichara Neto.