Delegação do Flamengo é vaiada no embarque para a Colômbia

Delegação do Flamengo é vaiada no embarque para a Colômbia

Na manhã desta segunda feira, o Flamengo iniciou a viagem para Bogotá, onde enfrenta o Santa Fé pela quarta rodada da Libertadores na próxima quarta-feira, às 21h45. No entanto, apesar da vitória no último sábado, o embarque do elenco não foi o dos mais calmos. Um grupo de torcedores foi até o aeroporto protestar contra a delegação.

Um dos mais atingidos foi o presidente Eduardo Bandeira de Mello, que teve de ser escoltado por seguranças para entrar no avião. Além das vaias ao mandatário do clube, que ouviu pedidos para deixar o Flamengo, os torcedores hostilizaram também alguns jogadores, como Willian Arão e Jonas, e parte da comissão técnica, como o treinador Mauricio Barbieri.

O clube se manifestou sobre o ocorrido atráves da assessoria de imprensa:

- O time respeita o direito dos torcedores se expressarem, mas lamenta o ocorrido. E entende que cinco ou seis pessoas não representam toda torcida flamenguista.