| Futebol

Depois de acertar com Vélez, Fla tenta diminuir pedida feita por Canteros

Empresário de jogador argentino, Adrian Castellanos, após dar tratativas por encerradas, volta a negociar com direção do Rubro-Negro

Canteros Vélez Sarsfield (Foto: Getty Images )Canteros é titular do Vélez Sarsfield (Foto: Getty Images )

Depois do Vélez, o empresário de Canteros. É assim que o Flamengo trabalha para anunciar o primeiro reforço visando a retomada do Brasileirão. A pedida inicial de Adrian Castellanos, representante do misto de volante e meia argentino, assustou a direção rubro-negra. As tratativas chegaram a ser encerradas. Porém, ao retomá-las, há a confiança de desfecho positivo na próxima semana.  

Na quarta-feira, Adrian Castellanos deu fim às conversas. Foi a maneira encontrada por ele de lidar com a recusa do Fla em pagar US$ 300 mil (R$ 660 mil) em comissão. No dia seguinte, com o acerto entre os clubes, ele voltou atrás. O time brasileiro tenta reduzir a pedida assim como definir salários com o jogador.  

- As negociações haviam sido encerradas na quarta. Não houve acerto. Mas, depois, com os clubes chegando a consenso, estamos conversando. Falta o Flamengo acertar com o jogador – explicou Adrian Castellanos.  

A agremiação brasileira pagará US$ 2,2 milhões (R$ 4,8 milhões) pelo meio-campista. Canteros, 25 anos, é desejo antigo dos dirigentes cariocas. No começo do ano, o Rubro-Negro fez proposta para tê-lo por empréstimo, recusada pelo Vélez, que só aceitava negociar em definitivo. No início de junho, Felipe Ximenes, diretor executivo do futebol flamenguista, viajou à Argentina e acelerou a negociação.  

O meio-campista no momento treina com o Vélez Sarsfield durante a paralisação das atividades no futebol argentino para a Copa do Mundo. Na quarta-feira, Canteros admitiu que tinha o desejo de atuar no futebol brasileiro. Além dele, a diretoria do Flamengo ainda sonha com a contratação do lateral Milton Casco, do Newell's Old Boys, também da Argentina.

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.