| Futebol

Depois de ambientar os jovens, Flamengo planeja utilizar mais a base em 2017

flameng - Depois de ambientar os jovens, Flamengo planeja utilizar mais a base em 2017

Com a vaga na fase de grupos da Copa Libertadores da América garantida, o Flamengo começa a se planejar para 2017. O diretor de futebol do clube, Rodrigo Caetano, em algumas oportunidades deixou claro a intenção do Rubro-Negro em utilizar mais a prata da casa.

 

Com isso, a ideia da diretoria é fazer algumas contratações pontuais e dar mais oportunidades aos atletas formados no clube. No atual elenco, contando com Paulo Victor e Juan, 11 jogadores vieram da base Rubro-Negra.


VEJA TAMBÉM:

Novidades no caso Victor Ramos | Time da semana na Premier League | Paulo Paixão pode trabalhar na Chape


 

O que pode facilitar bastante é o fato do técnico Zé Ricardo já ter trabalho com a maioria desses atletas, como no caso de Léo Duarte, o jovem zagueiro começou como titular no Brasileirão, teve boas atuações e agradou os torcedores, mas acabou perdendo espaço para Rafael Vaz e quase não foi mais utilizado.

 


(Foto: Gilvan de Souza / Flamengo / Divulgação)

 

Com a saída de Alan Patrick, o Rubro-Negro não pretende, num primeiro momento, trazer outro meio-campo abrindo espaço para Adryan, que retornou do futebol europeu e teve pouquíssimas oportunidades esse ano, e Lucas Paquetá, xodó de Zé Ricardo que coleciona passagens pelas seleções de base da seleção brasileira.

 


(Foto: Gilvan de Souza / Flamengo / Divulgação)

 

Outro jogador que espera por mais oportunidades é Thiago Santos, o jovem também agradou aos torcedores nas poucas vezes em que entrou em campo. Rápido e habilidoso, Thiago tem 21 anos e não deve ser emprestado pelo Rubro-Negro.

 

No caso do atacante Felipe Vizeu, a possível saída de Leandro Damião abre mais espaço para o jovem que, apesar de ter desempenho melhor do que os dois centroavantes do elenco, ficou como terceira opção. 

 


(Foto: Gilvan de Souza / Flamengo / Divulgação)

 

Quem também faz parte do elenco mas praticamente não entrou em campo no Brasileirão é Ronaldo, o volante é considerado uma das maiores jóias da base do Flamengo e foi bastante elogiado, inclusive, por Zico, que vê magia em seu futebol. 

 

A falta de brecha para esses atletas em 2016, fez parte de um planejamento do Rubro-Negro que preferiu ambientar os atletas no elenco profissional para depois dar mais oportunidades na intenção de que eles aproveitem melhor suas chances por já estarem acostumados com o regime profissional. 

 


(Foto: Gilvan de Souza / Flamengo / Divulgação)

 

O lateral-direito, Thiago Ennes, já vem treinando com a equipe profissional há mais de quatro meses, vive a expectativa de ser integrado a equipe principal em 2017. Bom no ataque, ele também defende bem e é famoso pela grande disposição dentro de campo. Outro que espera por espaço é Matheus Sávio, o meia chegou a ser utilizado por Vanderlei Luxemburgo mas voltou aos juniores.

 

Com vários campeonatos pela frente no primeiro semestre, o Flamengo se planeja para utilizar melhor seus jovens, e tem como objetivo principal a contratação de atacantes. Fernandinho e Leandro Damião não devem seguir no grupo, Vitinho, do Internacional, e Marinho do Vitória são os preferidos da diretoria para seus respectivos lugares.

 


(Foto: Vitória / Divulgação)

 

De resto, a possibilidade das saídas de Rafael Vaz, Jorge e Marcelo Cirino, estão sendo tratadas, com o zagueiro, que chegou de graça, pode haver um bom lucro. No caso do lateral, seria a primeira grande venda depois de anos e sobre o atacante uma boa troca seria bem vinda.

Fonte: https://esportes.yahoo.com/noticias/depois-ambientar-os-jovens-flamengo-170000449.html

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.