A rixa entre as diretorias de Fla e Bota teve papel decisivo nesta questão. A diretoria flamenguista determinou que apenas 10% da carga de ingressos iria para os visitantes, contrariando a Polícia Militar, que preferia divisão meio a meio. Com isso, a PM afirma ser necessário fechar todo o setor sul para a torcida alvinegra.

- ​Não existe a configuração de 90% a 10%. O Maracanã não foi projetado para isso em clássicos. É impossível colocar duas torcidas locais e rivais para entrarem no mesmo setor. É mais complicado trabalhar dessa forma. A mistura entre os torcedores passa a ser maior. Explicamos ao Flamengo, que preferiu fechar o setor sul inteiro e manter o Botafogo com apenas 10% da carga - explica o Major Sílvio Luiz, comandante do GEPE.

A previsão de arrecadação bate na casa do R$ 1 milhão. Contra o Corinthians, na reabertura do Maraca, os valores chegaram a quase R$ 1,6 milhão. Apesar de tudo, a diretoria rubro-negra está convicta de sua decisão. O fato é que, depois de toda essa confusão nos bastidores, o clássico também deve ter clima quente dentro de campo. 

​​