Os primeiros 80 minutos do meia Diego com a camisa do Flamengo deixaram todos no clube impressionados. Além da participação decisiva, com direito a gol de cabeça, o desempenho físico do jogador foi uma grata surpresa na vitória sobre o Grêmio em Brasília - a previsão inicial era que o número 35 jogasse apenas 60 minutos.

- ​Antes do jogo só desejei boa estreia ao Diego. Conversamos bastante durante a semana e procuramos prepará-lo no melhor ritmo. Até por isso houve uma certa demora para estrear. Todos os setores do clube estavam muito preocupados em colocá-lo no tempo certo - analisou o técnico Zé Ricardo após a partida. 

Estrear com o pé direito não é novidade na carreira do meia. Foi a terceira vez que marcou em seu primeiro jogo - o rubro-negro carioca é o oitavo clube do jogador. Como um todo, toda a logística preparada para o debut foi considerada um sucesso pela cúpula flamenguista:

- O Diego foi realmente muito bem. Soube administrar o tempo de permanecer na partida. Tínhamos planejado de trabalhar um pouquinho mais do que 60 minutos, suportou um pouco além. Disse para continuar se estivesse bem e aguentasse. Não tinha que se poupar nessas condições - completou Zé Ricardo.