O experiente goleiro é o reforço mais recente do Rubro-Negro. Fez apenas três partidas com a camisa do Fla (duas derrotas e um empate), mas neste domingo o desafio será em dose dupla. Tudo porque, com toda certeza, o coração do arqueiro vai bater mais forte. O Galo, afinal de contas, foi seu último clube antes de deixar o Brasil rumo ao futebol espanhol.

Foram somente 61 partidas pelo time mineiro, mas o camisa 1 saiu em 2007 com o status de ídolo da torcida. Conquistou os títulos da Série B de 2006 e do Campeonato Mineiro do ano seguinte, quando foi eleito o melhor goleiro. Sem contar o fato de que, de lá para cá, sempre que podia nas férias, Diego visitava as dependências atleticanas para matar as saudades. 

O próprio Atlético tentou sua contratação, em 2012, antes de fechar com Victor, tamanho o apreço pelo goleiro. O restou virou história, para todos os envolvidos. Resta saber dessa vez quem vai levar a melhor dentro das quatro linhas.

​​