| Futebol

Dia do Flamenguista, rivalidade e mistério: a preparação para a semifinal

Desde a missa na Igreja de São Judas Tadeu até o treinamento fechado no Ninho do Urubu, time faz últimos ajustes antes de abrir o confronto pela semifinal da Copa do Brasil

O Flamengo precisa superar um obstáculo de peso na semifinal da Copa do Brasil. O adversário desta quarta-feira, no Maracanã, na abertura do confronto, é o Atlético-MG, que tem a melhor campanha do segundo turno do Campeonato Brasileiro. O jogo de ida será realizado um dia depois da data reservada ao torcedor rubro-negro, que coincide com a festa para São Judas Tadeu, padroeiro do clube carioca.

Na manhã desta terça-feira, uma tradicional missa foi celebrada na Igreja de São Judas Tadeu com a presença do presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello. A comemoração do Dia do Flamenguista continuou em redes sociais, com o clube promovendo promoções e celebridades apresentando sua paixão pelo clube.

São Judas Tadeu é o santo das causas impossíveis e terá um papel importante naqueles que acreditam em seus milagres relacionados ao Flamengo. O técnico Vanderlei Luxemburgo também fez a sua parte, fechando o treinamento desta terça-feira no Ninho do Urubu para esconder o time e usar as armas possíveis para o confronto.

- Não podemos dar cartas ao adversário. Se puder privar (de informações), é melhor - disse o lateral-esquerdo João Paulo, que será titular no confronto com o Atlético-MG.

Além da fé e do mistério, o encontro dos clubes traz em sua história uma rivalidade intensa dos anos 80, quando Flamengo e Atlético-MG duelaram pelos principais títulos nacionais. Inclusive, com um jogo polêmico na Taça Libertadores de 1981, quando o clube carioca se classificou para conquistar a competição.

- Só ouvi falar. Não busquei muito saber do confronto como era, mas a gente sabe que existe essa rivalidade. Era mais forte, mas ainda existe. Os torcedores falaram disso no jogo do Brasileiro e se apegam. É um clássico e ninguém quer perder - disse o jogador.

Contra o Botafogo, Luxemburgo poupou uma série de jogadores. Ele deve manter a base para esse jogo no Maracanã. O time deve entrar em campo com Paulo Victor, Léo Moura, Chicão, Samir e João Paulo; Cáceres, Canteros, Márcio Araújo e Everton; Gabriel e Eduardo da Silva.


Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.