Diego Alves atua entre os titulares, mas não deve estar na final

Diego Alves atua entre os titulares, mas não deve estar na final

O goleiro Diego Alves esteve entre os titulares no coletivo realizado nesta quinta-feira, visando a final da Taça Guanabara, que acontecerá neste domingo, contra o Boavista. Porém, ainda não será nesta partida que ele voltará à equipe.

Em entrevista coletiva, o técnico Paulo César Carpegiani ressaltou que a avaliação em relação ao retorno de Diego Alves cabe a Rogério Maia, treinador de goleiros do Rubro-Negro, mas afirmou que isto só deve acontecer na próxima semana. Desta forma, César deve se manter no time.

- O treinador de goleiro que vai decidir quando o Diego volta. Ele que decide o momento de tomar essa posição. Nem me importo muito com isso (risos). Se ele acha que é o momento do Diego entrar e disputar posição, é com ele. Eu só vi que ele estava no time titular. O Rogério tem liberdade para isso e disse que deve ser para quarta e domingo - disse.

Diego Alves estava fora da equipe desde novembro do ano passado, quando sofreu uma fratura na clavícula, durante a semifinal da Copa Sul-Americana.

A intenção da comissão técnica já era preparar o goleiro para a estreia na Libertadores, contra o River Plate, da Argentina. Após a decisão do primeiro turno do Carioca, serão dois jogos até o pontapé inicial na competição sul-americana, uma vez que terá duas rodadas da Taça Rio.

Diego Alves chegou ao Flamengo no ano passado com o status de titular. À época, ganhou a vaga, desbancando Muralha, que não passava por boa fase.

Após a lesão de Diego, César acabou assumindo a titularidade, mantida até o momento.

Elogios à postura

Durante o coletivo, Diego Alves falou bastante com o time e orientou os companheiros. Carpegiani aproveitou para elogiar a postura de liderança do jogador e ressaltar que acredita ser esse um dos papéis dos goleiros, que conseguem ter uma boa visão de campo.

- Gosto disso e cobro muito dos meus goleiros. Ele (goleiro) está vendo de frente. Gosto desse tipo de goleiro que fala e comanda, tem de comandar ali atrás. Essa é uma característica muito boa. Ele já se expressou dessa forma e gostei muito. Fico satisfeito de ter um jogador com essa personalidade - avisou.