– Vim de um período de férias, dois meses praticamente sem ritmo de jogo, é normal voltar e sentir um pouco. Em menos de um mês, consegui ganhar 1,5 kg de massa magra, o que já demonstra como é a diferença do ritmo de jogo. A cada jogo, vou me adaptando, crescendo mais. Sou uma pessoa que me cobro muito. Não porque a gente ganhou, mas em todos os jogos que entrei tentei fazer o melhor – explicou, em contato com o ​Lance!.

– É normal uma fase de adaptação. Não temos muito tempo para nos preparar porque já temos jogos importantes pela frente. Podem esperar que vou tentando melhorar e me adaptar​ – completou.

O arqueiro também falou sobre a fama de pegador de pênaltis. Por enquanto, os batedores estão levando vantagem, algo que é levado com naturalidade pelo atleta:

–  Pênalti é muito difícil, favorece sempre o batedor. Eu sabia que isso ia acontecer, já vinha me preparando para este tipo de pergunta (não defender pênaltis). Então quando eu defender também não me pergunte porque eu demorei tanto para pegar. Estou muito tranquilo – concluiu. 

​​