Ao ser apresentado como reforço do Fla pelos próximos três anos e meio, o arqueiro deixou claro: “Não quero ser reconhecido como o pegador de pênaltis Diego Alves, mas sim como o goleiro Diego Alves”. Depois de acumular quatro jogos sem vencer, a vitória por 2 a 0 sobre o Atlético-GO no último sábado - a primeira pelo clube - lhe deu um ar de alívio para seguir trabalhando:

"Toda vitória é importante. Acho que traz confiança, ainda mais perto de um jogo tão decisivo quanto o de quarta-feira (semifinal da Copa do Brasil). Da mesma maneira que a derrota tira confiança, a vitória faz com que o time vá leve e encare essa semifinal com força", analisou o camisa 1.

Vale lembrar também que Diego Alves não estará em campo para o jogo da volta contra o Botafogo. Tanto ele quanto Everton Ribeiro, Geuvânio e Rhodolfo não foram inscritos no torneio e não podem participar do duelo decisivo no Maracanã. Como Alex Muralha foi expulso, o jovem Thiago será o titular quarta-feira. No jogo de ida, houve empate em 0 a 0. Quem passar pega Grêmio ou Cruzeiro na grande final.