| Futebol

Diego Alves valoriza treinamentos em período sem jogos: "Temos alguns dias para podermos trabalhar"

Goleiro fala sobre a Seleção Brasileira e projeta clássico diante do Fluminense na próxima semana

flameng - Diego Alves valoriza treinamentos em período sem jogos: "Temos alguns dias para podermos trabalhar"

Foto: Gilvan de Souza

Nesta quarta-feira (04), após o treinamento no Ninho do Urubu, o goleiro Diego Alves esteve presente à Sala de Imprensa Victorino Chermont, onde concedeu entrevista coletiva. Durante o período de jogos entre seleções pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018, que durará até a próxima semana, os atletas rubro-negros que não foram convocados para representar seus países terão mais tempo de preparação para os próximos desafios.

Sócio-torcedor tem mais Flamengo em vídeos da FlaTV Nação Rubro-Negra, com entrevistas exclusivas dos jogadores! Clique e sinta o orgulho de ser sócio-torcedor.

A agenda do Mais Querido foi extremamente atribulada durante toda a temporada. Diante dessa possibilidade de um trabalho mais detalhado pela ausência de jogos, o camisa 1 rubro-negro observou que há detalhes que poderão ser corrigidos durante esse tempo, assim como apresentar uma melhora na parte física.

"Temos alguns dias para podermos trabalhar. Às vezes, os períodos de jogos em um curto espaço de tempo faz com que não tenhamos muito tempo para prepararmos os jogadores. Sempre com jogo e descanso. Então esses dias são bons para o time poder concentrar todas as forças nos treinamentos, melhorar e podermos nos concentrar nos próximos jogos", disse.

No próximo compromisso pelo Campeonato Brasileiro, o Flamengo terá pela frente o clássico diante do Fluminense. A partida, que terá como palco o Maracanã, será disputada apenas na quinta-feira (12), mas povoa os pensamentos de atletas e comissão técnica nessa retomada dos trabalhos.

"Um clássico é sempre diferente. Não tem esse tipo de situação de um time estar embaixo e outro em cima, já imendando também com os jogos pela Sul-Americana, que é uma competição à parte. O próprio Fluminense conseguiu uma classificação importante jogando no Equador. Isso mostra que quando muda a competição, muda o ânimo e pode acontecer qualquer coisa. Temos que estar preparados para as duas situações, tanto no Brasileiro quanto na Sul-Americana, e o trabalho será voltado para isso", comentou Diego Alves, que falou sobre os objetivos para o restante da temporada. "O primeiro passo tem que ser no Brasileiro, deixando claro que a Sul-Americana é uma competição na qual temos grandes possibilidades. Mas o objetivo principal agora é o Brasileiro, chegar entre os quatro e conquistar essa vaga", completou.

Com boas apresentações nas partidas que disputou, o retorno à Seleção Brasileira segue nos planos do goleiro. No entanto, pensamento de Diego Alves está no seu trabalho no Rubro-Negro, visando primordialmente o sucesso da equipe na temporada.

"Apesar de ser um objetivo estar no Mundial, o dia a dia tem que ser trabalhado pensando no Flamengo, em primeiro lugar, e aproveitando todos os jogos. Sei que dentro da seleção o Tite tem várias opções em todas as posições, não só no gol", observou. "Os jogadores que hoje não estão na convocação têm que estar preparados, independentemente de estar ou não na seleção nesse momento. Acredito que o trabalho tem que ser feito para melhorar, para estar bem, e, quando surgir a oportunidade de ser convocado, corresponder à altura", afirmou, ressaltando o foco nos objetivo em ambas as instituições. "Espero poder seguir trabalhando aqui, crescendo, e quem sabe no futuro voltar à seleção", concluiu.

Confira outros trechos da entrevista coletiva de Diego Alves:

Calendário apertado
Se não tivemos tempo para descansar, o motivo foi por termos chegado à Final da Copa do Brasil. Também pela Libertadores e agora pela Sul-Americana. Se for para me perguntar, prefiro que seja assim, porque é sinal que estamos chegando e participando de todas as competições, o que é importante. Temos que melhorar. Todo jogador tem que pensar em melhorar no dia a dia e esse tempo é bom parar nos concentrarmos no que tem que ser feito de melhor e melhorar ainda mais o que tem sido feito de bom.

Diego fora da seleção
Ele é um jogador muito importante, não só dentro como fora de campo. É um exemplo. Um jogador que leva a responsabilidade e com certeza será uma falta importante para o time. Espero que ele possa se recuperar bem e o mais rápido possível.

Aproveitamento de Rueda
Rueda chegou há pouco tempo, está começando um trabalho. Sabemos também que aqui no Flamengo, uma coisa pequena se transforma em um furacão. Acho que não é o caso de fazer esse tipo de comparação no momento. O Rueda está trabalhando todos os dias para poder melhorar e nós jogadores também. Estamos doídos com a situação do time, porque não é a que a gente quer. Trabalharemos para melhorar e os torcedores podem ter certeza. Sei que estamos passando por um momento de turbulência, mas vamos fazer de tudo para voltarmos a ter essa confiança.

Melhora nas performances
Temos que melhorar nas duas maneiras, tanto na parte ofensiva quanto na parte defensiva e no meio-campo. Sabemos da situação, dos erros que estamos cometendo, e o trabalho será voltado para isso. Para que possamos melhorar e ter uma regularidade, para ganharmos confiança nesses dois aspectos.

Selecionáveis rubro-negros
Não só nós aqui no Flamengo, mas outros times também têm esse tipo de situação. Essa parada para as seleções fazem com que esses jogadores não estejam com o time, mas com certeza dá para trabalharmos. O dia a dia é voltado ao conjunto, não para as individualidades, para que o time tenha um conceito sobre o que quer o treinador e para as melhoras que queremos para o futuro.

Trabalho do técnico colombiano
O Rueda é um treinador que demonstra muita tranquilidade no dia a dia. Tem uma forma de trabalhar que eu acho importante, assim como a maneira de dialogar com os jogadores. Pode ser que ele se sinta mal pelo questionamento de algum jornalista ou por alguma pergunta que tenha duplo sentido. O trabalho tem sido focado na melhora do time, mas futebol é resultado. Temos que ajustar o que precisa ser corrigido para conquistarmos uma vitória na próxima rodada do Brasileiro e ganhar confiança para os próximos jogos.

Adaptação de Rueda
Há um período de adaptação, o que é normal. Ele tem a sorte de termos alguns jogadores que falam a mesma língua e que podem se comunicar melhor. Ele mesmo já consegue se expressar melhor com algumas palavras em português. Então, vemos que o pensamento dele é de tentar estar sempre perto dos jogadores, o que é importante. Isso dá confiança. A forma de trabalhar também é clara e direta. O momento que vivemos não é de vitórias, mas o trabalho está sendo focado na melhora do time com muito diálogo.

Fonte: http://www.flamengo.com.br/site/noticia/detalhe/26094/diego-alves-valoriza-treinamentos-em-periodo-sem-jogos-temos-alguns-dias-para-podermos-trabalhar

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.