| Futebol

Diego fala sobre seu principal objetivo: "Fazer toda essa Nação feliz"

Meia concede entrevista coletiva após treinamento no Ninho do Urubu

flameng - Diego fala sobre seu principal objetivo: "Fazer toda essa Nação feliz"
Encerrada a atividade que fechou a preparação rubro-negra para o importante confronto diante do Botafogo pela semifinal da Copa do Brasil, que ocorrerá nessa quarta-feira, no Engenhão, Diego compareceu à Sala de Imprensa Victorino Chermont para conceder entrevista coletiva. Respeitando o bom momento do adversário, o meia projeta um Flamengo altamente motivado e intenso para conquistar um bom resultado no primeiro jogo.
"O Botafogo tem nosso total respeito. É uma grande equipe, vai jogar em casa. Agora, a qualidade do nosso elenco, o que já conquistamos juntos, o histórico de cada jogador faz com que dispense comentários e esclareça qualquer tipo de dúvida. Derrotas e decepções fazem parte da história de qualquer equipe, mas aqui estamos falando de homens com caráter e determinação, então vamos fazer nosso melhor. Chegamos para enfrentar o botafogo extrememente motivados. Entraremos em campo para botar em prática tudo o que sabemos e podemos", comentou.

Para a partida, o Flamengo contará com desfalques dos atletas que na foram inscritos, como o goleiro Diego Alves, o zagueiro Rhodolfo, e os meia-atacantes Everton Ribeiro e Geuvânio. O camisa 35 elogiou os últimos reforços rubro-negros, ressaltando a importância dos mesmos para o elenco. No entanto, o craque também enalteceu a qualidade dos atletas que estarão disponíveis para participar do clássico.

"Esses jogadores são extremamente importantes e isso não tem como negar, mas também é verdade que temos um grupo equilibrado, que está pronto para fazer um grande jogo amanhã. Então isso não é uma desculpa para não sermos uma equipe pronta e competitiva", disse.

Ainda aguardando a resolução de algumas questões burocráticas, o técnico Reinaldo Rueda aguarda sua regularização para estar no banco de reservas na partida de amanhã. Diego, no entanto, passou aos jornalistas presentes as primeiras impressões que teve do novo comandante rubro-negro.

"Tivemos a oportunidade de conversar um pouco. É um treinador que chega com experiência e bagagem para encarar esse desafio", elogiou o meia. "A comunicação no geral é importante, principalmente quando se está chegando e conhecendo os jogadores. Ele falou com a equipe, com os jogadores. Nada em especial, mas trocamos sim algumas ideias", completou.

Diego ainda comentou acerca de sua ausência nas últimas partidas, período no qual recuperou-se do desgaste muscular acumulado devido à grande quantidade de jogos em um curto espaço de tempo. O craque também relembrou seus melhores vestindo o Manto Sagrado, além de falar sobre as expectativas criadas para o ano de 2017, frisando os títulos que ainda estão em disputa.

Confira os principais trechos da entrevista coletiva de Diego:

Expectativas
Chegamos em uma situação na qual os últimos resultados não foram os que queríamos, mas amanhã é um outro jogo. Traçamos metas altíssimas, criamos expectativas. Às vezes nãos as alcançamos e isso cria uma certa decepção, mas estamos falando de uma semifinal de Copa do Brasil, a qual chegamos com muito esforço e que nos proporciona a possibilidade de disputar um título que garante vaga em competição internacional. Precisamos estar orgulhosos e motivados. Certamente a torcida também estará confiante e irá nos apoiar em busca desse objetivo.

Técnicos estrangeiros no Brasil
Nós estamos falando da opinião. Nosso trabalho gera opinião e discussões públicas. As pessoas têm o direito de expor o que pensam, mas obviamente nosso pensamento é diferente.  Nós como jogadores temos que dar a vida nos treinamentos e nas partidas, porque o sucesso do treinador é o nosso também. O Rueda não chegou aqui por acaso, então tem seu mérito.

Auto-avaliação no Flamengo
Sem dúvida nenhuma que meu balanço é extremamente positivo. Tudo que estou vivendo no Flamengo é especial, intenso e maravilhoso. Claro que nem todas as coisas saem como planejamos, mas estou fazendo o máximo para fazer toda essa Nação feliz, como eles também estão me fazendo. Os desafios são grandes, mas a caminhada é extremamente prazerosa. É um grande orgulho vestir essa camisa. Estou feliz, motivado e muitas coisas boas estão por vir.

Ausência nas últimas partidas
Com o nosso calendário, é mais do que claro que, se uma pessoa sensata parar para analisar, é impossível um jogador atuar em todos os jogos por todos os campeonatos em altíssimo nível. Não deveria ser surpresa para ninguém essa rotatividade. O que não pode é ter uma queda brusca, por mais que aconteça. Após muitos jogos consecutivos, é importante haver essa oportunidade de descanso para um ou outro jogador.

Lesão superada
Em relação ao joelho, tudo foi totalmente ultrapassado. Hoje em dia, é extremamente fácil esclarecer esse tipo de dúvida. Todos os atletas são monitorados por GPS. Caso houvesse algum problema físico, eu jamais atingiria o nível que atinjo a cada partida. Chego muito bem para essa partida.

Melhores momentos pelo Flamengo
O dia em que se concretizou minha transferência, a sensação que tive com meus familiares. Meu primeiro jogo, o primeiro gol... Os jogos no Maracanã, as recepções nos aeroportos que foram maravilhosas, o título do Carioca. Sem contar o dia a dia, quando as pessoas falam, reconhecem. É muito legal.

Piores momentos
Cada derrota é extremamente dolorosa, mas há algo especial em jogar nesse clube, em vestir essa camisa. No dia seguinte, a vontade, a esperança que nasce devido a essa paixão que envolve todos os flamenguistas me contagia. Obviamente tive decepções nessa passagem, mas a vontade de vencer supera qualquer uma delas.

Fonte: http://www.flamengo.com.br/site/noticia/detalhe/25845/diego-fala-sobre-seu-principal-objetivo-fazer-toda-essa-nacao-feliz

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.