Antes disso, Diego já havia desperdiçado uma penalidade contra o Palmeiras, na Ilha do Urubu, em partida que terminou empatada em 2 a 2. No jogo contra o Corinthians, em Itaquera, o meia também desperdiçou uma clara chance de gol e o Fla acabou saindo com mais um empate, dessa vez em 1 a 1.

Mesmo após as falhas, Diego foi convocado pelo técnico Tite para a Seleção Brasileira e ainda foi eleito como o melhor jogador da Copa do Brasil. Na saída do Mineirão, o camisa 35 reconheceu a queda de rendimento, mas se defendeu das críticas.

​"Não vivo o meu melhor momento individual no Flamengo, mas também não venho de uma queda brusca. As pessoas esperam esse brilho individual e reconheço essa expectativa", afirmou o jogador, em entrevista ao site ​UOL Esporte.

O Flamengo volta a campo somente na próxima segunda-feira, quando enfrenta a Ponte Preta no Moisés Lucarelli, às 20h, pelo Brasileirão.

​​

​​