| Futebol

Diego será maior que Petkovic?

flameng - Diego será maior que Petkovic?

Tornei-me Flamengo na era Zico e, por tal motivo, provavelmente, sempre me desagradou ver o Mengão sem um grande Camisa 10.

Diego, promissor armador revelado pelo Santos no início da década passada, chegou ao Flamengo, egresso do Futebol Europeu, em julho de 2016, com recepção apoteótica no Aeroporto Santos Dumont.

Tornou-se, de imediato, a grande esperança de a Nação ter, novamente, um ídolo que resgatasse o time, reconduzindo-o ao rumo das grandes conquistas.

E Diego não só correspondeu às expectativas, demonstrando sua fina técnica, mas as superou, demonstrando dedicação intensa, identificação com a mística rubro-negra e uma liderança positiva, fundada na experiência e nos bons exemplos.

A cada passe, a cada gol, a cada carrinho, a cada comemoração efusiva e a cada declaração precisa diante dos microfones, Diego vai consolidando a sua (merecida) condição de ídolo- relâmpago de 40 milhões de fanáticos torcedores do Flamengo.

Diego, cujo contrato com o Mengão irá até junho de 2019, tem feito a diferença dentro e fora de campo e conseguiu, também merecidamente, retornar à Seleção Brasileira do competente técnico Tite.

Para completar, no último 08/03, em um Maracanã lotado, Diego marcou um gol de falta, no melhor estilo Zico, sob a bênção do próprio Galinho, que assistia à partida no Estádio.

Maracanã lotado, galera ensandecida de alegria e idolatria com um Camisa 10. Tudo faz lembrar Zico, mas Zico, como o próprio Diego disse depois do jogo, é único e inalcançável.

Então, tudo remete e passa a lembrar um certo gringo, de personalidade forte, que cansou de ser decisivo vestindo o Manto Sagrado: Dejan Petkovic.

E aí, começa a ganhar força a pergunta: será Diego capaz de igualar a importância de Petkovic na história do Flamengo e no coração da Nação Rubro-Negra?

A meu sentir, Pet tinha mais clarões de genialidade, possuindo, além do passe preciso, um chute inigualável, como demonstrou inclusive em gols olímpicos.

Por outro lado, Diego, também efetivo em assistências e arremates a gol, é um atleta mais completo, pois treina muito, tem mais vigor físico e possui avançada dinâmica de jogo, do ponto de vista tático, ajudando a composição e chegando constante à área.

Desta forma, a resposta dependerá do tempo que Diego permanecerá representando o Mengão, pois os títulos e gols decisivos sempre fazem crescer o nível de idolatria. Espero que seja por muito tempo, pois se trata de um profissional com raras qualidades e totalmente adaptado ao Flamengo.

Enquanto Petkovic foi decisivo no épico Tricampeonato Carioca de 1999/2000/2001 e na arrancada que levou o Mengão ao Heptacampeonato Brasileiro, em 2009, Diego terá, a princípio, mais dois anos e três meses para obter conquistas com o Manto Sagrado.

Todavia, acredito que Diego conduzirá o Clube a pelo menos um grande título neste ano e, principalmente se permanecer na Seleção Brasileira, isso o tornará alvo de propostas indecentes de times estrangeiros, com incomparável poderio financeiro, dispostos a pagar sua multa rescisória e a levá-lo para longe do Rio de Janeiro.

Desta forma, paira um fator imponderável na resposta sobre quem será um ídolo maior, ao final, restando-nos torcer que a convicção de voos esportivos mais altos façam os dirigentes e Diego, quando chegarem as tais propostas, deixar em segundo plano as cifras astronômicas, permitindo que a Nação presencie e abençoe um casamento longo, feliz e largamente vitorioso.

Viva, Diego Ribas! O Mengão é a tua casa! Saudações Rubro-Negras!

Fonte: http://colunadoflamengo.com/2017/03/diego-sera-maior-que-petkovic/

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.