| Futebol

Diego Souza provoca o Flamengo após o STF confirmar o Sport como único campeão de 87

flameng - Diego Souza provoca o Flamengo após o STF confirmar o Sport como único campeão de 87

A decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que considerou o Sport o único campeão brasileiro de 1987, fez o meia Diego Souza provocar o Flamengo, seu ex-clube, pelas redes sociais. O camisa 87, número escolhido pelo próprio jogador, publicou um vídeo no Instagram com várias fotos do seu retorno à Ilha do Retiro e com a música “87 é nosso” ao fundo.

Assim como aconteceu em 4 de março de 2016, o recurso do Flamengo foi negado e o caso foi encerrado no Supremo Tribunal de Federal. A decisão foi tomada pela 1ª Turma do Supremo, por 3 votos a 1.

Os ministros Marco Aurélio Mello, relator, Alexandre de Moraes e Rosa Weber rejeitaram um recurso do Flamengo reivindicando o título do Campeonato Brasileiro de 1987. O ministro Luís Roberto Barroso defendeu que o título fosse dividido entre os dois clubes e o ministro Luiz Fux não participou do julgamento porque seu filho é advogado do clube carioca", postou o Sport em seu site oficial em seguida.

O julgamento

Não foi uma partida de futebol, mas, por três a um, a Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) declarou o Sport campeão brasileiro de 1987. Para os torcedores, alguns presentes ao plenário, o julgamento foi tenso voto a voto, como se fosse mesmo uma final de campeonato. A maioria dos ministros da Primeira Turma da mais alta corte do país decidiu que é válida a decisão da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) de 1987, que declarou o Sport Club do Recife vencedor do torneio, e a decisão judicial do ano seguinte, que confirmou o título.

A decisão foi tomada em um recurso apresentado pelo Flamengo reivindicando o título do Campeonato Brasileiro de 1987. O time recorreu da decisão judicial que proclamou o Sport dono do título. Alegou, ainda, que em 2011 a própria CBF estendeu o título ao time rubro-negro. O relator, ministro Marco Aurélio Mello, flamenguista declarado, votou contra o time do coração quando o julgamento começou, em 2 de agosto do ano passado. Argumentou que a declaração tardia da CBF não tinha validade, porque o Judiciário já tinha definido a questão antes.

Nesta terça-feira, quando o tema voltou ao colegiado, Luís Roberto Barroso, que também é flamenguista, votou pelo compartilhamento do título entre os dois clubes. Para ele, as duas decisões da CBF eram válidas. Mas os ministros Rosa Weber e Alexandre de Moraes concordaram com o relator, encerrando a polêmica.

Fonte: http://extra.globo.com/esporte/flamengo/diego-souza-provoca-flamengo-apos-stf-confirmar-sport-como-unico-campeao-de-87-21227542.html

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

1 Comentário
image

Odillon PintoHá 4 meses

Este cara está trabalhando a aposentadoria. Assim como o fizeram Neto, Vampeta, Edmundo e outro aproveitadores. Para que tenham mídia e representação junto aos torcedores dos timinhos, incitam o MAIOR DO MUNDO e assim criam laços nas cabeças das massas dos timinhos. Não teriam vida pós campo sem o MENGÃO.

Carregar mais