O dirigente afirmou que, assim que Rueda comunicou que não permaneceria, fez imediatamente um contato com Abel Braga, comandante do Fluminense. Ao receber a negativa, logo em seguida definiu-se pela efetivação de Paulo César Carpegiani:

Minha obrigação é sondar algumas possibilidades. Ali já estava praticamente sacramentada a saída do Rueda e foi naquele período final. Também faço isso com atletas. E o Abel é um dos melhores e é natural que eu tenha feito uma ligação um pouco mais que amigável – explicou Caetano.

Ele já tinha assumido um compromisso de continuidade com o Fluminense. Eu não fiz isso enquanto nós tínhamos a palavra do Rueda que permaneceria. No momento que ele nos ligou dizendo: 'Estou indo, quero uma reunião com vocês – completou. 

>>> Veja também: ​Gigante brasileiro tenta a contratação de zagueiro da Seleção Brasileira