| Futebol

Dirigente do Fla se diz "humilhado" com fase atual e admite erros

Vice-presidente de Administração e da Secretaria do Flamengo, Claudio Pracownik desabafa no Twitter depois de derrota por 3 a 0 para o Cruzeiro neste domingo

Protesto torcida do Flamengo Gávea (Foto: Globoesporte.com)Torcida estendeu faixas de protesto na Gávea (Foto: Globoesporte.com)

A derrota por 3 a 0 para o Cruzeiro neste domingo causou revolta na torcida do Flamengo, que estendeu faixas de protestos na sede da Gávea. Depois da partida, ao mesmo tempo em que Wallim Vasconcellos renunciava ao cargo de vice-presidente de futebol, outro dirigente usou as redes sociais para desabafar sobre a fase atual do time, que é o penúltimo colocado no Brasileirão.

Vice-presidente de Administração e da Secretaria do Flamengo, Claudio Pracownik usou seu Twitter na noite deste domingo para expressar seus sentimentos: "Prezados, tenho vergonha do que hoje vi em campo. Sinto raiva e tristeza. Me sinto humilhado! Erramos muito: Diretoria e Jogadores", escreveu o dirigente.

Pouco depois, o dirigente mudou um pouco o tom, e projetou um futuro menos nebuloso: "Acredito na competência dos meus parceiros de Diretoria, na força de nossa torcida e na mística do Manto" e "Temos que mudar este jogo! Vamos mudar sem ter que comprometer nossas intenções e nossa integridade!"

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.