• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • OCTACAMPEÃO BRASILEIRO

Dirigente do Flamengo comemora punição ao Olimpia e manda recado a torcedores rivais: “Fique de exemplo”

Nesta semana, a Conmebol divulgou a punição ao Olimpia (Paraguai) por ofensas racistas de torcedores direcionados a jogadores do Flamengo. O episódio aconteceu na primeira partida das quartas de final da Libertadores. Após a decisão da entidade, o vice-presidente geral e jurídico do Rubro-Negro, Rodrigo Dunshee, celebrou a vitória no tribunal.

Através do Twitter, o dirigente do Mais Querido publicou a matéria que informava a decisão da Conmebol e desabafou ao escrever: “Acolhido o nosso pedido! Racismo não! Fique de exemplo!”. Cabe destacar que a entidade multou o Olimpia em 30 mil dólares, cerca de R$ 157 mil na cotação atual. Além disso, a equipe teve outra multa de 20 mil dólares, cerca de R$ 105 mil, devido à outras infrações ocorridas no jogo, como fogos de artifício, comportamento de jogadores e membros do clube.

CONFIRA A PUBLICAÇÃO:

RELEMBRE O CASO

No duelo disputado em Assunção, o atacante Gabigol e o goleiro Gabriel Batista foram alvos da torcida do Olimpia, que proferiu xingamentos racistas aos atletas rubro-negros. Ao fim da partida, o Flamengo enviou imagens do público adversário chamando os jogadores de ‘macaco’ e, com isso, entrou com uma representação de denúncia grave. A decisão da entidade demorou mais de um mês para acontecer e foi publicada no último dia 10.

O Flamengo, no entanto, mira em outra competição, ao menos momentaneamente. O Rubro-Negro foca as atenções no segundo e decisivo confronto das quartas de final da Copa do Brasil. O Mais Querido encara o Grêmio, às 21h30 (horário de Brasília) desta quarta-feira (15), no Maracanã. Vale lembrar que o primeiro embate entre os times, em Porto Alegre, terminou 4 a 0 para o Mengão.

Publicado em colunadofla.com.