Contudo, mesmo com saturação estrangeiros, o vice-presidente de futebol do clube, Flávio Godinho, afirmou, em entrevista ao LANCE!, que a situação não é imbróglio ao clube. 

"Essa questão dos estrangeiros precisa ser bem difundida: não há limites na Libertadores. No Brasileiro também você pode inscrever quantos quiser, desde que relacione até cinco por jogo. Nada impede que o Flamengo tenha dez estrangeiros no seu elenco."

Um exemplo desta tranquilidade é a nova intenção de reforço flamenguista. Há pouco tempo, a agremiação carioca demostrou interesse na contratação de Cecílio Dominguez, atacante de 22 anos, que defende o Cerro Porteno-PAR.

Atualmente, apenas Guerrero é titular dentre os atletas nascidos fora do Brasil. Por isso, pode ser que com a chegada de Dominguez, algum "gringo" deixe o clube.