| Futebol

Dirigente se defende de Fla itinerante e deseja volta ao Maraca em setembro

Bandeira de Mello, presidente do clube, diz que no início da sua gestão a prioridade era pagar salários e impostos, além de lembrar que contava com o Mário Filho até maio

flameng - Dirigente se defende de Fla itinerante e deseja volta ao Maraca em setembro


Presidente do Flamengo desde o início de 2013, Eduardo Bandeira de Mello se defendeu das críticas do clube carioca precisar jogar fora do Rio de Janeiro com o fechamento do Maracanã para os Jogos Olímpicos de 2016. Apesar de a cidade ter sido escolhida como sede da competição há sete anos, o dirigente disse que ao assumir o comando do clube a situação financeira não permitia a construção de um estádio, além de lembrar que o planejamento inicial seria ter o Mário Filho até maio deste ano (assista ao vídeo).

- Não considero algumas críticas justas. O Rio de Janeiro foi escolhido o local da Olimpíada em 2009. Mas a atual administração do Flamengo assumiu 2013. Qual seria a solução? Construir um estádio? A situação financeira que encontramos o Flamengo não nos permitia pagar impostos e e salários. Cada vez que a gente conseguia, a gente comemorava e não sabia se conseguiria fazer o mesmo no mês seguinte. Era matar um leão por mês. Nós tínhamos um planejamento também de que o Maracanã estaria disponível para os clubes até maio de 2016. Então a gente teria um curto período na preparação do estádio para os Jogos Olímpicos. Então, teríamos de buscar um novo estádio, como fizemos com Brasília e Volta Redonda até o retorno do Maracanã. - disse o dirigente ao "Seleção SporTV".


O dirigente disse que espera voltar a jogar no Maracanã no dia 25 de setembro, após o fim dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos, apesar da reabertura para os jogos de futebol estar prevista para outubro. Bandeira de Mello planeja ver o Flamengo enfrentando o Cruzeiro, em casa, pela 27ª rodada do Brasileirão. Ele lembrou que o Rubro-Negro tem contrato com o Consórcio Maracanã até o fim de 2016 e uma mudança na administração do estádio não pode atrapalhar o clube.

- Em setembro termina a Olimpíada e os Jogos Paralímpicos terminam no dia 18 de setembro. Eu tenho esperança de no dia 25 de setembro estar jogando contra o Cruzeiro no Maracanã. Se não for contra o Cruzeiro, pode ser no jogo seguinte. Mesmo que não se defina esse imbróglio sobre a administração do Maracanã, nós temos um contrato ainda em vigor até o fim de ano com o Consórcio Maracanã e temos o direito de jogar lá.

O presidente do Flamengo aproveitou para reafirmar o desejo do clube em administrar o Maracanã. Bandeira de Mello mostrou-se confiante e deixou aberta a possibilidade de dividir o controle do estádio com o Fluminense.

- Esperamos que o Flamengo seja definitivamente o gestor do Maracanã. O Flamengo tem o interesse e toda condição para isso. Acredito que não existe nenhuma solução melhor, seja do ponto de vista técnico, seja do ponto de vista esportivo, com o Flamengo assumindo com os seus parceiros a gestão do Maracanã. Acho que será a melhor solução não só para o torcedor, como também para o contribuinte do estado do Rio de Janeiro. Afinal, o Maracanã é um ativo que pertence ao estado do Rio de Janeiro e que ao longo desses 66 anos contribuiu, de certa forma, para sangrar os cofres públicos, além de nem sempre ser bem administrado (...). Se o Fluminense quiser ser o nosso parceiro, será muito bem-vindo. Ele pode inclusive escolher se quer ser um parceiro na gestão, ou se quer ser um contratante do Maracanã, como ele é hoje com o Consórcio Maracanã. Nós temos uma excelente relação com o Fluminense e vamos nos dar muito bem nessa nova fase do Maracanã.

O Flamengo volta a jogar nesta quarta-feira contra o Santos, às 21h45, na Arena Pantanal. O time carioca está na quinta posição com 30 pontos, dois atrás do Peixe, que é o segundo colocado no Campeonato Brasileiro.

Fonte: http://sportv.globo.com/site/programas/selecao-sportv/noticia/2016/08/dirigente-se-defende-de-fla-itinerante-e-deseja-volta-ao-maraca-em-setembro.html

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.