- O Flamengo sempre se caracterizou, bem lá atrás, antes de eu ter vindo, por ter essa figura do centroavante. É uma figuara importante. Marcamos história com centroavantes. Hoje, temos alguns meninos e o Dourado veio a somar. Não participa muito da parte tática, mas a função dele é muito importante. Gostei muito. Não só dele, mas de toda a equipe - disse ao ​Lance!

O domínio do Flamengo durante a partida não se deu por acaso. O esquema tático montado pelo treinador deu ao time boa movimentação em campo que, aliada a uma forte marcação, conseguiu neutralizar o adversário. 

- Vi prevalecer um estilo de jogo sobre o outro. Se tiver esse princípio... Tentar recuperar (a bola) para tentar jogar. Com a posse de bola, tem de saber o que vai fazer e a equipe foi muito madura. Mostrou progresso e evolução, o que me deixa muito satisfeito. Agora, é corrigir os defeitos de uma equipe que está ganhando - afirmou.