| Futebol

Dr. Márcio Tannure fornece panorama sobre lesão de Orlando Berrío

O chefe do Departamento Médico rubro-negro falou também acerca das condições de Paolo Guerrero e do goleiro Thiago

flameng - Dr. Márcio Tannure fornece panorama sobre lesão de Orlando Berrío

Foto: Gilvan de Souza

No retorno do elenco aos trabalhos no Ninho do Urubu, uma notícia triste para atletas, membros da comissão técnica e torcedores rubro-negros. Em entrevista coletiva na Sala de Imprensa Victorino Chermont, o Doutor Márcio Tannure, chefe do Departamento Médico do Mais Querido, forneceu um panorama sobre a lesão do atacante colombiano Orlando Berrío, contraída na partida do último domingo.


"Hoje foram realizados exames de imagem que confirmaram nosso diagnóstico inicial. O atleta teve uma ruptura do tendão patelar do joelho esquerdo. Essa lesão é cirúrgica e ele será operado no hospital Vitória, na Barra da Tijuca", explicou o Dr. Tannure, que comentou sobre a recuperação do atleta. "Essa é uma lesão considerada complexa. O prazo de retorno é de, no mínimo, 8 meses. Obviamente, tudo vai depender da recuperação dele, pois cada um reage de uma maneira diferente", completou.

Durante o treinamento com bola, o centroavante Paolo Guerrero deixou o gramado sentindo dores no músculo posterior da coxa esquerda. Dr. Tannure falou sobre as condições de jogo do peruano para os importantes clássicos que estão por vir.

"Esse foi exatamente o motivo dele não ter jogado ontem, pois tinha um edema na posterior da coxa esquerda. Hoje ele iniciou o trabalho de transição para os trabalhos no campo. Nos últimos dias, ficou fazendo apenas fisioterapia. Não trabalhamos com prazos, então dependerá de como ele irá evoluir para sabermos se ele poderá jogar", observou.

O chefe do Departamento Médico rubro-negro também comentou sobre Thiago, que sofreu lesão no punho esquerdo no dia 16 de setembro, durante uma sessão de treinamento no Ninho do Urubu.

"Estamos tratando de maneira conservadora, sem cirurgia, e ele tem evoluindo bem, tanto que conseguimos diminuir a imobilização e já está conseguindo fazer outras atividades. Mas é uma lesão que, independentemente de qualquer coisa, requer de 6 a 8 semanas afastado para que esse osso possa consolidar. Temos avaliado isso, a evolução tem sido satisfatória, e daqui a duas semanas ele realizará novos exames de imagem para vermos se está evoluindo e se poderemos manter esse tratamento conservador", concluiu.

Fonte: http://www.flamengo.com.br/site/noticia/detalhe/26197/dr-marcio-tannure-fornece-panorama-sobre-lesao-de-orlando-berrio

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.