• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

É mole? Casagrande coloca Guerrero como o melhor atacante da América do Sul e dispara: “Melhor que Gabigol”

Quando Gabigol chegou ao Flamengo em 2019, as comparações com Paolo Guerrero eram inevitáveis nos debates da imprensa e entre os torcedores. Com o andamento da temporada passada, o atual camisa 9 foi batendo recordes, marcando muitos gols, se tornou ídolo, conquistou títulos e deixou pra trás tal comparação.

Gabriel Barbosa foi artilheiro do Campeonato Brasileiro e da Libertadores de 2019. Marcas que Guerrero nunca conseguiu alcançar na carreira. Para o ex-jogador e atual comentarista, Casagrande, o peruano é atualmente o melhor atacante da América do Sul, superando o atual “Rei da América”, outro posto jamais alcançando pelo atacante da Seleção do Peru.

 

Pra mim o Guerrero é o melhor centroavante da América do Sul -, opinou no programa “Bem, Amigos”, do SporTV.

Após a pérola, o estúdio ficou em silêncio, quebrado com uma pergunta do apresentador Galvão Bueno: – Melhor que Gabigol? -, ao que responde Casagrande:

Melhor que o Gabigol. O Gabigol está se tornando agora. O Guerrero levou a Seleção do Peru para Copa do Mundo com gol de falta. A Seleção do Peru vive nas costas do Guerrero e é uma geração que foi pra Copa do Mundo depois de um bom tempo. Ele é decisivo. Eu acho ele melhor que o Suarez e acho melhor que o Cavani. Dos três, o Guerrero é mais técnico, mais centroavante, mais de área… Os outros não são de área, nós estamos falando de centroavante. Então, o Guerrero é o mais centroavante que tem na América do Sul. Mais que o Suarez -, finalizou o comentarista.

Guerrero foi a primeira grande contratação do Flamengo após o início de sua reestruturação administrativa e financeira na gestão Eduardo Bandeira de Mello iniciada em 2013. O peruano chegou em 2015 e deixou o clube em 2018. Foram 115 jogos e 43 gols e um único título: Campeão Carioca em 2017.

Já Gabigol chegou ao Flamengo por empréstimo junto à Inter de Milão ano passado. Já são 73 jogos e 54 gols. Só em 2019, o atual camisa 9 alcançou o número de gols do peruano em três anos vestindo o Manto Sagrado. Foram 43 gols.

Publicado em colunadofla.com.