"O Ederson já está totalmente liberado para estar com a gente no campo, mas ainda pode melhor o condicionamento físico. É um atleta muito querido por todo o grupo. Está todo mundo torcendo para que ele volte. Ele merece ser feliz", disse o técnico Zé Ricardo, em entrevista ao ​Lance!.

Ederson não entra em campo desde julho do ano passado, quando sofreu uma entrada dura do lateral-direito Fagner, do Corinthians, e teve que passar por uma cirurgia. A recuperação do meia também serviu para aumentar a crise no departamento médico rubro-negro, quando o ex-chefe do setor, José Luis Runco, afirmou que o camisa 10 deveria ter voltado a jogar em novembro.

Atual responsável pelo departamento médico do Flamengo, Márcio Tannure disse recentemente que Ederson ainda estava fazendo trabalhos de reequilíbrio muscular. A princípio, a intenção de Zé Ricardo era de utilizar o meia aberto pelas pontas, mas a contusão de Diego pode mudar esse cenário.