| Futebol

Ederson perde metade de turno e Fla prepara para volta até fim de setembro

Dois meses após lesão contra o Corinthians, meia segue tratamento com fisioterapia e musculação. Clube não divulga prazo, mas previsão inicial era de 40 dias fora

flameng - Ederson perde metade de turno e Fla prepara para volta até fim de setembro


Camisa 10 do Flamengo, Ederson completa na quarta-feira, data do jogo contra a Ponte Preta, 66 dias afastados do time rubro-negro - está fora há 10 rodadas consecutivas do Brasileiro, mais dois jogos da Sul-Americana, competição para a qual nem foi inscrito. A disputa de bola com Fagner, que entrou forte na jogada e atingiu o atleta rubro-negro, deixa o jogador fora de combate por tempo maior do que o previsto. Apesar do clube não passar qualquer previsão - como de hábito -, a expectativa dentro do departamento de futebol era de que o jogador retornasse às atividades de campo em cerca de 40 dias. Mas o retorno ainda deve demorar um pouco. Até o fim do mês de setembro ele deve ficar à disposição do treinador Zé Ricardo.

Ederson teve lesão óssea no joelho esquerdo no dia 3 de julho - veja o lance acima em vídeo. O tratamento de recuperação inclui série de sessões de fisioterapia mais de uma vez por dia e, no segundo momento, muita musculação. Com histórico de lesões na carreira - e mais recentemente na sua passagem pela Gávea -, o camisa 10 passa por novo processo de fortalecimento. Na pré-temporada, a orientação do Centro de Excelência em Perfomance do Flamengo era semelhante. Fortalecer para prevenir lesões e pancadas. Mas, por enquanto, nada de bola.

Em pouco mais de um ano de Flamengo, Ederson tem 32 partidas e anotou quatro gols. Antes do lance que comprometeu mais uma sequência pelo clube, o jogador vinha atuando como titular, normalmente pelo lado esquerdo do campo. O camisa 10 foi titular contra Corinthians, Internacional (marcou o gol da vitória), Figueirense e Fluminense. Desde o afastamento de Ederson, Everton é o titular de Zé Ricardo da posição.

O departamento de futebol do Rubro-Negro se mobiliza para recuperar o jogador. Como fez no caso de Diego - retardando um pouco mais a estreia, com mais de um jogo-treino e testes preparatórios para a primeira partida - e de outros atletas, como Jorge, trata de Ederson com cautela e deve fazer alguns testes antes de liberar o camisa 10 de volta para os campos. Considerado um dos atletas mais profissionais do elenco, com dedicação plena para a recuperação, o jogador não foi inscrito na primeira fase da Sul-Americana - a camisa 10 ficou com Diego. Para a sequência da competição, ele pode voltar a figurar entre as opções do Flamengo.

Fonte: http://globoesporte.globo.com/futebol/times/flamengo/noticia/2016/09/ederson-perde-metade-de-turno-e-fla-prepara-para-volta-ate-fim-de-setembro.html

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.