| Futebol

Ederson recebe alta e agradece aos torcedores do Flamengo: 'Estiveram comigo no momento mais difícil'

Meia passou por outra cirurgia, desta vez para retirar uma massa residual. Médicos falaram sobre o procedimento e retorno deve acontecer em até quatro meses

flameng - Ederson recebe alta e agradece aos torcedores do Flamengo: 'Estiveram comigo no momento mais difícil'

Após passar por cirurgia para a retirada de um tumor dos testículos, o meia Ederson foi submetido a um novo procedimento cirúrgico, mas desta vez para a retirada de massa residual, encontrada em exames realizados após a quimioterapia.

Na tarde desta sexta-feira, o meia recebeu alta e concedeu entrevista coletiva na clínica onde foi operado, localizada na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro. O jogador agradeceu o apoio de todos que estiveram com ele no momento mais difícil da sua vida, desde a sua família, até aos torcedores do rubro-negro. 

- A palavra que vem agora é gratidão. Agradecer a Deus que esteve comigo para eleger as pessoas mais capacitadas e mais bem preparadas para sair dessa situação. Sou muito grato ao Flamengo e aos doutores que fizeram um trabalho excepcional. Desde o começo, que é muito impactante, tive o apoio de muita gente, da minha esposa, meu filho, amigos... Os torcedores que todos os dias me deram força e sou muito grato por isso. Eles me ajudaram a passar pelo momento mais difícil da minha vida. Momentos assim são que fazem a gente se fortalecer. Sou grato por essas pessoas.

O doutor Franz e o doutor Rafael Coelho foram os responsáveis pela cirurgia que é considerada muito difícil e afirmaram que o "dever foi cumprido", mas que a recuperação seguirá diariamente e o retorno aos gramados deve acontecer em até quatro meses.

-Hoje o Ederson está indo para casa, tratado. Vamos devolver o Ederson para o Flamengo. Tem mais uns três ou quatro meses para a sua volta aos gramados. Estamos com o nosso dever cumprido, mas a recuperação segue firme. 

No clube rubro-negro desde julho de 2015 e com contrato até o fim deste ano, Ederson realizou apenas 39 partidas com a camisa do Flamengo e balançou as redes em quatro oportindades. Na atual temporada, o camisa 10 entrou em campo em quatro jogos e não fez nenhum gol.

Relembre as batalhas de Ederson no Flamengo

Dez meses longe dos gramados

Após levar uma entrada de Fágner em um jogo do Brasileirão de 2016, o meia ficou cerca de dez meses longe dos gramados e momento de muita paciência e apoio familiar para seguir recuperando da lesão óssea no joelho esquerdo, precisando até ser operado.

Volta aos gramados

Depois de um longo tempo inativo por conta da lesão no joelho esquerdo, Ederson retornou aos gramados no dia 10 de maio, contra o Atlético-GO, pela Copa do Brasil. Na ocasião, o meia entrou no lugar de Matheus Sávio e apesar do empate por 0 a 0 no Maracanã, ele saiu emocionado e muito entusiasmado com a volta por cima.

Descoberta do Tumor

Dois meses e meio após conseguir voltar a atuar com a camisa do Flamengo, mais um baque na carreira do atleta. Após alguns exames antidoping testarem positivos, o camisa 10 descobriu um tumor nos testículos, que pegou todo mundo de surpresa.

Operação

O procedimento cirúrco na retirada da peça foi bem-sucedido e ainda nos primeiros dias de luta contra o câncer, o atleta que completará 32 anos em janeiro recebeu muito apoio de diversos atletas que inclusive passaram pela mesma situação. O goleiro Douglas, do Avaí e o jogador de basquete Nenê, que atua na NBA enviaram vídeos com seus testemunhos para o camisa 10.

Quimioterapia

Um pouco menos de três meses após realizar a cirurgia, Ederson finalizou a quimioterapia e se mostrou muito feliz e confiante para vencer mais uma barreira na sua vida pessoal e profissional. Em nota divulgada pelo Flamengo, o jogador afirmou que o momento mais difícil já havia sido superado.

Atividades no CT

Um passo muito importante para Ederson nessa caminhada foi a volta ao centro de treinamento do Ninho do Urubu. Por mais que ainda não possa fazer exercícios com alta intensidade, o meia reencontrou os companheiros e trabalhou na academia do clube, que até divulgou algumas fotos nas redes sociais.

Nova cirurgia

Agora, Ederson vai realizar uma nova cirurgia, mas desta vez para a retirada de uma massa residual. Esse procedimento já era esperado pela equipe do departamento médico do Flamengo e dos doutores que estão acompanhando o atleta nessa caminhada.

Fonte: http://www.lance.com.br/flamengo/tanurre-explica-processos-recuperacao-ederson.html

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.