| Futebol

Eduardo da Silva cita clima de Manaus ao falar de derrota para o Botafogo

Croata afirma que temperatura - aliada ao placar adverso - dificultou a reação do Fla

O clima de Manaus, palco da derrota de 2 a 1 do Flamengo para o Botafogo, neste sábado, foi um dos fatores de dificuldade do Rubro-Negro no duelo para Eduardo da Silva. O croata, que já havia jogado na Arena da Amazônia contra a seleção de camarões na Copa do Mundo deste ano, citou a temperatura no estádio como um dos obstáculos da equipe, que saiu atrás no placar e só conseguiu um gol ao tentar a reação.

 


- Quando se está perdendo o jogo de um ou dois a zero, com essa temperatura aqui, é difícil de voltar. O time no segundo tempo jogou melhor, mas perdemos o jogo... Não vale nada. Vamos tentar esquecer esse jogo agora e temos três, quatro dias para pensar na Copa do Brasil que é importantíssima - disse o atacante, citando o confronto da próxima quarta-feira, contra o Atlético-MG, pela semifinal da competição.

O zagueiro Samir declarou que o time não deve se abalar com o resultado e exaltou a disposição da equipe, que atuou sem boa parte dos titulares.

- Desatenção nossa em alguns lances que poderiam ser definidos e não definimos. É tirar o máximo possível de proveito dessa partida. Corremos, batalhamos, mas não tivemos êxito nas jogadas. É levantar a cabeça, correr atrás e continuar batalhando. Cada jogo é uma guerra, infelizmente a gente perdeu essa. Para não abaixar a cabeça tem que ganhar o próximo jogo.

Eduardo da Silva e Jefferson Botafogo x Flamengo (Foto: Danilo Mello / Ag. Estado)Eduardo da Silva fez o gol do Fla e assumiu a artilharia do time no Brasileiro com oito gols (Foto: Danilo Mello/Ag. Estado)

O Flamengo volta a campo pelo Brasileirão no outro domingo, dia 2 de novembro, para receber a Chapecoense às 19h30, no Maracanã. Antes, porém, tem pela frente o Atlético-MG pela semifinal da Copa do Brasil. O jogo será na quarta-feira, às 22h, também no Maracanã.

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.