| Futebol

Eduardo da Silva é o Artilheiro da Hora liderando goleadores do Brasileirão

Douglas Coutinho, que liderava lista na última rodada do primeiro turno, cai para sétima posição ao ser ultrapassado por quem se mantém na luta pela artilharia

Header Espião Estatístico 3 (Foto: Infoesporte)



Eduardo da Silva gol Flamengo x Figueirense (Foto: Eduardo Valente / Ag. Estado)Eduardo da Silva comemora gol na partida contra o Figueirense (Foto: Eduardo Valente / Ag. Estado)

Se alterna titularidade com o banco de reservas do Flamengo desde a 13ª rodada, Eduardo da Silva garante a liderança do Artilheiro da Hora do Espião Estatístico como o goleador mais eficiente da competição até a 28ª rodada considerados os que fizeram pelo menos seis gols na competição (40% do líder da artilharia do Brasileirão). Não estão computados os gols e os minutos em campo dos jogos de ontem que abriram a 29ª rodada.

Eduardo da Silva foi titular em oito jogos, principalmente quando o Rubro-Negro foi visitante (cinco vezes) e foi substituído em sete deles (cinco quando era visitante) e entrou como substituto em seis partidas, principalmente quando o Flamengo era mandante (quatro), na média aos 17 minutos do segundo tempo. Entre entradas e saídas, atuou por 702 minutos, tempo suficiente para marcar seis gols (quatro deles de cabeça e quatro no segundo tempo das partidas).

Ao menos teoricamente, bem condicionado fisicamente, demonstra potencial para lutar pela ponta da artilharia da competição. Aparentemente, vai ficar para o ano que vem.


Douglas Coutinho Atlético-pr gol criciúma Série A (Foto: Agência Getty Images)Douglas Coutinho, do Atlético-PR comemora gol no Criciúma (Foto: Agência Getty Images)

Quando o levantamento foi publicado pela última vez, na última rodada do primeiro turno, o líder era Douglas Coutinho, que é dúvida para enfrentar o Flamengo neste domingo, em Curitiba. Só que o atacante do Atlético-PR não faz um gol desde a 14 rodada, apesar de ter disputado nove partidas desde então. Ainda assim, foi titular nos últimos cinco jogos.

Ausente das redes, o atacante do Furacão foi ficando para trás enquanto Marcelo Moreno, Fred, Ricardo Goulart, Henrique e Barcos foram abrindo vantagem.

Vale ressaltar que o desempenho é medido pelo time atual de cada atleta. Cícero, por exemplo, fez dois gols pelo Santos em 570 minutos em campo. Ao invés de um gol a cada 254 minutos, sua marca cairia para um a cada 262 minutos.

Veja no quadro abaixo quantos minutos atuaram, gols marcaram e quanto tempo em média cada um precisou para fazer um gol.

Artilheiro da Hora do Espião Estatístico até 28ª rodada (Foto: GloboEsporte.com)

*A equipe do Espião Estatístico é formada por: Bruno Marques, Eduardo Souza, Igor Gonçalves, Leandro Silva, Pedro Lopes, Pedro Venancio, Roberto Teixeira e Valmir Storti.



Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.