| Futebol

Eduardo da Silva rejeita jogar a toalha na Copa do Brasil: "Sempre acredito"

Apesar da grande desvantagem nas oitavas de final contra o Coxa, atacante não quer saber de priorizar o Brasileirão em sua primeira temporada no país: "Tudo é possível"

Eduardo da Silva no desembarque do Flamengo (Foto: Cahê Mota)Após pancada, Eduardo caminhou normalmente no desembarque, sem aparentar dores (Foto: Cahê Mota)

Vanderlei Luxemburgo já deu o recado: evitar a queda no Brasileirão é a prioridade do Flamengo na temporada. Mas Eduardo da Silva se recusa a dar as costas para a Copa do Brasil. Em sua primeira temporada no futebol brasileiro, o croata adota discurso de esperança ao comentar a situação rubro-negra na competição de mata-mata. Apesar da desvantagem de 3 a 0 para o jogo da próxima quarta-feira, no Maracanã, contra o Coritiba, o atacante segue acreditando na classificação para as quartas de final.  

Depois de escalar um time misto e se dar mal no Couto Pereira, o Fla precisa de uma vitória por quatro ou mais gols de diferença para seguir em busca do tetracampeonato - novo 3 a 0 leva a decisão para os pênaltis e qualquer outro resultado favorece o Coxa. Eduardo da Silva admite que a situação não é das mais simples, mas avisa: no futebol tudo pode acontecer.  

- Um 3 a 0 é uma grande diferença, mas tudo é possível no futebol. Agora, vamos nos concentrar no jogo com o Vitória para depois pensarmos no Coritiba. Vamos dar o máximo. No futebol, sempre acredito. Ninguém quer perder. Os jogadores que atuaram deram o máximo (no jogo de ida). Copa do Brasil é uma grande competição, dá vaga na Libertadores. A prioridade é o Brasileiro, mas estamos aqui para tentar conquistar a Copa do Brasil também. Ainda mais agora que demos uma levantada no Brasileiro.  

 

Destaque do Flamengo na arrancada para sair da zona de rebaixamento no Brasileirão, com três gols em três finalizações na competição - em quatro jogos -, o brasileiro naturalizado croata ainda não é nome certo para enfrentar o Vitória. Dores nas costas ainda o afligem após sofrer uma joelhada de Luccas Claro na última quarta-feira (veja o lance no vídeo ao lado). Mesmo que esteja à disposição, porém, a tendência é que fique no banco de reservas.  

Não foram poucas as vezes em que Luxa demonstrou preocupação com a forma física do atacante. No jogo com o Coritiba, Eduardo atuou pela primeira vez os 90 minutos com a camisa do Flamengo, mas a lesão logo no começo do segundo tempo prejudicou uma avaliação mais exata sobre suas condições.  

- Estou me sentindo bem a cada dia que passa, a cada trabalho que faço. A condição física evolui a cada treino e a cada jogo. Iríamos saber melhor como estaria se não tivesse a lesão.  

Com 22 pontos, o Flamengo é o 11º colocado no Brasileirão e encara o Vitória, domingo, às 18h30m (de Brasília), no Barradão, pela 18ª rodada.

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.