| Futebol

Efeito Flamengo e "operação de guerra" fazem Diego bombar na net

Em constante interação com a torcida rubro-negra via redes sociais, o camisa 35 <br>da Gávea passa a colecionar seguidores em Facebook, Instagram e Twitter

flameng - Efeito Flamengo e "operação de guerra" fazem Diego bombar na net

Do namoro ao casamento, Diego conquistou a torcida rubro-negra com um flerte intenso. Carinhas (emojis), verso de música, muitas pistas de que a união se consolidaria e até textão. Mas não fez isso sozinho. Se no gramado sempre foi um meia criativo e cheio de ideias, no campo virtual precisou tabelar com Flamengo e a Ocean Digital, empresa que administra as redes sociais dele e de outros atletas, para bombar na internet.

Com uma "operação de guerra", Diego foi colecionando novos seguidores, curtidas, compartilhamentos e "retweets". Ideias partiram do camisa 35, mas outras surgiram de sugestões que foram prontamente aprovadas pelo próprio.

+Do flerte ao casório: emojis contam como Fla e Diego se apaixonaram

- Realmente, foi uma ‘operação de guerra’ praticamente. Usamos bastante o Twitter para dar indícios de que o acerto viria, postamos no Instagram quando o Diego estava prestes a vir ao Rio de Janeiro, acompanhamos a chegada dele à Gávea ao vivo no Periscope, postamos as fotos e vídeos em 360 graus da coletiva no Facebook, criamos o Snapchat, publicamos o texto no Tribuna de Honra (site criado para a publicação de textos maiores)... Foi muito bacana participar de tudo isso, sempre com o Diego bastante ativo e tendo também o diálogo e o suporte do clube, que conversou bastante com a gente e também fez muitas ativações legais nas redes oficiais – disse Rafael Cotta, CEO da Ocean.

O Flamengo entrou na onda dos emojis e, no dia em que a rescisão com o Fenerbahçe, ex-clube de Diego, foi oficializada, postou uma carinha feliz. Vale destacar que na noite anterior o meia, então seguindo apenas 78 perfis no Twitter, juntou-se ao mais de 3,4 milhões de seguidores do Rubro-Negro. O "anúncio" veio com um MDEV (Meu Deus, ele vem - gíria usada fortemente pelos flamenguistas nas redes sociais).

Contratação de impacto, a de Diego por si só naturalmente resultaria em milhares de seguidores para o atleta, sendo este ativo ou não nas mesmas. Mas é inegável que as interações constantes pesaram. Resultado: ganhou novos 145 mil fãs no Facebook, 20 mil no Twitter, e seu Instagram passou a ser acompanhado por 662 mil pessoas. O alcance de suas postagens também cresceu bastante.

A troca de afagos entre Diego e Flamengo segue rolando intensamente. Nesta segunda-feira, "gritou" Mengo nas redes sociais no primeiro gol e depois comemorou a vitória com um "boa, Mengão".

Curtido, compartilhado, "retweetado", visualizado... Diego ganhou um retorno cibernético e proporcionou venda de camisas e uma guinada no até então estagnado programa de sócio-torcedor do Flamengo. Está chegando a hora de trocar o virtual pelo real. Tem volta ao Rio prevista para a noite de quarta-feira, e o primeiro treino, para o dia seguinte. Se o camisa 35 fizer o mesmo sucesso, o futebol do Fla de Eduardo Bandeira de Mello, cujo um dos pilares também é a rede social, passa a sair da planilha para a realidade.


Fonte: http://globoesporte.globo.com/futebol/times/flamengo/noticia/2016/07/efeito-flamengo-e-operacao-de-guerra-fazem-diego-bombar-na-net.html

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.