Depois de perder para a Ponte Preta por 1 a 0, estacionar na 7ª colocação do Campeonato Brasileiro e hoje, contrariando aqueles que esperavam o clube lutando pelo título nacional como um dos grandes favoritos, estar garantindo apenas a última vaga para a Libertadores do ano que vem - isso pelo fato de o Cruzeiro, campeão da Copa do Brasil, ocupar uma posição dentro do G-6 -, a equipe sabe que precisa evoluir “para ontem”. Para o meia Everton Ribeiro, apesar dos bons jogadores do plantel, é necessário “algo mais”.

“Estamos trabalhando forte, mas precisamos mudar alguma coisa para voltar a vencer. Não só a finalização, mas a movimentação também, para abrir espaços e poder definir melhor. A movimentação precisa ser mais natural, fazemos muita força para criar as jogadas”, destacou o atleta. Por isso, caso seja bem aproveitada, a pausa em função dos jogos da seleção brasileira cai como uma luva. A equipe só volta a campo na outra quinta-feira para disputar o clássico com o Fluminense. Quem sabe, no Dia das Crianças, o Rubro-Negro não dá um presente para jovens e adultos e, enfim, volta a apresentar um futebol convincente?