Antes, o bicho era pago por uma determinada sequência que o Rubro-Negro conseguisse. Atualmente, os atletas recebem a cada vitória conquistada. De acordo com o veículo citado, os dirigentes pagam até R$ 10 mil por jogador. O prêmio é entregue a titular e reservas do elenco. O vice-presidente de futebol, Flavio Godinho, vai ao vestiário após as partidas e entrega o prêmio. A medida é vista também como uma boa maneira de aproximar diretoria e jogadores.

A intenção da diretoria do Flamengo é fazer com o que esse dinheiro volte para os cofres do clube. Como o campeão brasileiro vai receber uma premiação de R$ 17 milhões da CBF, a cúpula pretende descontar deste valor o que vier a gastar com o bicho durante a reta final do torneio. A vitória emocionante contra o Cruzeiro, no último domingo, manteve o time na vice-liderança, a apenas um ponto do Palmeiras.