Flamengo  RJ
menu
search

Em busca do tri! Com golaço de falta, Flamengo atropela o Juventude e segue firme na briga pelo título

13 de outubro de 2021 às 21:06h
Em busca do tri! Com golaço de falta, Flamengo atropela o Juventude e segue firme na briga pelo título

O Flamengo venceu o Juventude por 3 a 1, nesta quarta-feira (13), no Maracanã, em jogo válido pela 26ª rodada do Brasileirão. Avassalador desde o início da partida, o Mais Querido mandou em campo, controlou o adversário e triunfou com facilidade. A vitória maiúscula, inclusive, marcou o fim do longo jejum de gols de falta, em cobrança perfeita de Andreas Pereira.

O JOGO

Impulsionado pela Nação Rubro-Negra, o Flamengo começou o jogo ‘com tudo’ e, logo no primeiro minuto, já criou uma oportunidade de gol. Em jogada rápida, Andreas tocou para Kenedy, que não hesitou e finalizou nas mãos do goleiro Douglas. No lance seguinte, o time do Juventude fez jogada pelo lado esquerdo e levantou bola com perigo na área rubro-negra.

Tentando fazer valer o mando de campo já no início do jogo, o Mengo continuou pressionando o adversário e chegou de forma avassaladora no ataque. Após algumas tentativas de arremates sem sucesso com Michael e Kenedy, o Flamengo chegou perto do gol, aos nove minutos. Matheuzinho fez bela jogada individual, chutou com força e acertou a trave.

Logo depois, aos 11 minutos, a pressão funcionou e o Fla abriu o placar. Kenedy arrancou com a bola pelo lado direito, fez linda tabela com Pedro, deu drible desconcertante no zagueiro e ‘fuzilou’ para o fundo das redes. Após atuações discretas, o atacante deu belo cartão de visita e fez seu primeiro gol com o Manto Sagrado.

Após o gol, o Flamengo diminuiu o ritmo no ataque, mas continuou controlando as ações da partida, o que foi suficiente para achar o segundo gol. Aos 24 minutos, Michael pressionou o defensor do Juventude, roubou a bola e serviu Pedro, que não perdoou. Praticamente sozinho e de frente para o gol, o camisa 21 só precisou empurra para o fundo das redes.

Apesar do início arrasador, o momento mais especial estava guardado para o minuto 34 do primeiro tempo. Isso porque o novo xodó da Nação, Andreas Pereira, fez um golaço de falta e quebrou jejum de mais de três anos do Flamengo no quesito. Em cobrança perfeita ‘do meio da rua’, o camisa 18 colocou efeito impressionante na bola e não deu chances para o goleiro Douglas, que apenas olhou a bola entrar na junção da trave com o travessão.

Para a segunda etapa, Renato não fez alterações e mandou a mesma formação a campo. Mesmo com a ótima vantagem  no marcador, o Flamengo não se acomodou. Com troca de passes mais paciente, o time rubro-negro continuou a controlar o adversário, mas com menos intensidade no ataque.

Atrás do placar, o Juventude passou arriscar mais e levou perigo ao gol rubro-negro. Aos cinco minutos, Paulinho Boia testou finalização de muito longe, e a bola passou perto da trave de Diego Alves. O ímpeto ofensivo do adversário funcionou e, aos 11, saiu o gol de ‘honra’. Em cobrança de escanteio de Chico, Willian Matheus aproveitou e marcou de cabeça.

Aos 16 minutos, Renato fez as primeiras alterações no time, uma delas de forma ‘forçada’, já que Pedro deixou o campo com dores no joelho. O centroavante deu lugar para o garoto Victor Gabriel. Além disso, Rodinei entrou na vaga de Kenedy, autor do primeiro gol da partida.

Com a vitória encaminhada, o Flamengo não se esforçou muito para ampliar o placar e, inclusive, viu o Juventude mudar a tônica da partida. A equipe gaúcha passou a ‘gostar’ mais da bola e aumentou o número de ações ofensivas, apesar de poupo preocupantes para o Rubro-Negro. Aos poucos, o Mengo deixou o cronômetro rodar e sacramentou o triunfo sem dificuldades. Ainda daria tempo para Andreas Pereira colocar duas bolas no travessão, uma delas em cobrança de falta, mas o placar fechou em 3 a 1, no Maracanã.

Publicado em colunadofla.com