| Futebol

Em carta aberta, oposição do Fla reclama de abandono da sede e conformismo com as derrotas

flameng - Em carta aberta, oposição do Fla reclama de abandono da sede e conformismo com as derrotas

Em carta aberta divulgada nesta terça-feira, a oposição do Flamengo, encabeçada pelo ex-presidente Márcio Braga, faz duras críticas à gestão do atual presidente, Eduardo Bandeira de Mello. Eles (os opositores) reclamam, principalmente, do conformismo com as derrotas e do autoritarismo da diretoria, mas citam também outros pontos como o abandono da sede (Gávea). O manifesto foi elaborado após a reunião da oposição, realizada na quinta-feira passada.

Como revelado por Márcio em entrevista ao Jogo Extra, no fim de semana, a oposição tem a intenção de escolher um candidato só para concorrer com a chapa de Eduardo Bandeira de Mello nas eleições presidenciais do fim do ano que vem. Veja a carta abaixo.

‘CARTA ABERTA À GRANDE NAÇÃO RUBRO-NEGRA

“Flamengo, Flamengo tua glória é lutar. Flamengo, Flamengo campeão de terra e mar”

A Nação sabe que glória, luta e vitórias formam o verdadeiro espírito do nosso Flamengo. Foi isso que nos trouxe até aqui e nos fez o maior do mundo. Infelizmente, não vemos esse pensamento na administração do sr. Eduardo Bandeira de Mello – atual presidente do Flamengo. A postura dos nossos jogadores em campo, as entrevistas dadas pelos dirigentes, o conformismo com as derrotas, o distanciamento do clube com sua torcida, a falta do verdadeiro espírito rubro-negro na comissão técnica, entre tantos outros exemplos, estão fazendo com que o Flamengo se apequene e se torne apenas um clube grande como os outros.

O que a atual diretoria não entende é que o Flamengo é muito mais que um clube, é uma Nação de milhões de apaixonados. Estamos desperdiçando um momento especial do futebol mundial, em que a disputa da mídia e dos patrocinadores pelo conteúdo esportivo tem feito com que uma enorme quantidade de dinheiro seja investida nos clubes.

O Flamengo, apesar de ter se aproveitado bem disso, infelizmente tem gasto muito mal essa quantia. Além disso, a atual diretoria acha normal jogar com uma camisa amarela no lugar do nosso Manto. Acha normal ter protegidos no time, abandonando a meritocracia. Acha normal ver o time desclassificado na primeira fase da Copa Libertadores sem marcar pontos em nenhum jogo fora de casa. Acha normal jogar sempre em um estádio pequeno e ter a sua pior média de público em um Campeonato Brasileiro Acha normal ter um elenco de futebol milionário – talvez o mais caro do País - e ainda assim não conseguir conquistar nenhum campeonato relevante.

O único campeonato significativo que a administração Bandeira ganhou no futebol foi a Copa do Brasil de 2013, há quatro anos, quando o comando era exercido por um grupo de dirigentes, hoje fora da gestão do Clube. Se no futebol estamos com o DNA perdedor, também no remo, nosso esporte fundador, temos tido uma atuação muito longe da tradição rubro-negra. Desde que assumiu o clube, em 2013, a administração Bandeira de Mello levou o Flamengo a perder todos os cinco campeonatos cariocas e brasileiros de que participou, algo que nunca havia acontecido na história do Clube.

O Flamengo, de equipe líder do remo brasileiro e formador de vários atletas olímpicos, passou a ser superado sistematicamente por rivais que, no passado, eram facilmente batidos. Por tudo isso e mais, pelo abandono da sede do Clube e pelo autoritarismo da diretoria na relação com a imprensa e os sócios, nós, ex-presidentes, grandes beneméritos, beneméritos, eméritos e sócios do Flamengo, estamos nos unindo numa frente ampla, com o objetivo de ajudar no resgate do espírito rubro- negro e seu DNA de vitórias. Esse grupo irá preparar um plano de trabalho para apresentar à Nação e aos sócios do Flamengo.

Um plano com a alma rubro-negra O que queremos, e vamos trabalhar muito por isso, é ver o nosso Flamengo novamente um grande vitorioso – como sempre foi e será. Por fim, gostaríamos de deixar claro que a participação nessa frente ampla não significa um imediato alinhamento político-eleitoral nem um compromisso de qualquer nome para a eleição de 2018. Tudo pelo Flamengo. Nada do Flamengo. Saudações Rubro-Negras.

UNIÃO PELO FLAMENGO’.

Fonte: https://extra.globo.com/esporte/flamengo/em-carta-aberta-oposicao-do-fla-reclama-de-abandono-da-sede-conformismo-com-as-derrotas-21930323.html

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.