Além da questão envolvendo o gramado artificial, outra importante decisão em relação às vendas de mando de campo foi tomada. Os cartolas mantiveram a validade da prática, mas estabeleceram uma série de regras para eventuais mudanças. 

A partir de 2018, cada clube poderá jogar apenas cinco vezes longe de seus domínios - e só poderá fazê-lo com aval do time visitante e de sua federação. Além disso, estão proibidas vendas de mando nas últimas cinco rodadas, a fim de diminuir o desequilíbrio técnico que a prática causa. 

>>> Veja também: Caixa deve diminuir investimentos no futebol em 2018

​​