O foco da noite estava todo no veterano - e a verdade é que não tinha como ser diferente. Até porque boa parte dos 50 mil presentes no Maracanã estavam lá, muito provavelmente, para testemunhar esse último ato do arqueiro.

Por isso, mesmo que Ceifador tenha marcado seus dois gols no primeiro tempo, verdade é que a segunda etapa acabou sendo mais empolgante para a torcida Com o América-MG melhor na partida, Júlio teve que se desdobrar para manter o zero no marcador flamenguista. Com uma série de grandes defesas, o goleiro se despediu em grande estilo da torcida rubro-negra e do Maracanã.

>>> Veja também: Os 10 maiores artilheiros do Brasileirão na era dos pontos corridos

​​