| Futebol

Em duas frentes por título e Liberta, Fla veta clássico com Flu em Manaus

Na disputa de títulos que levam clube para objetivo principal do ano, diretoria atende departamento de futebol. Com Maracanã distante, clubes cogitam até Engenhão

flameng - Em duas frentes por título e Liberta, Fla veta clássico com Flu em Manaus

Cariacica, Salvador, uma folguinha no Rio, São Paulo, Rio rapidinho e São Paulo de novo. Tudo bem que os efeitos da maratona, que vem desde o início do ano, estão longe de ser novidade para o Flamengo. Mas a direção se movimenta para atender ao departamento de futebol e evitar a viagem mais longa. Na 30ª rodada, o Fla-Flu de 12 de outubro - com quase nulas chances de Maracanã - tinha Manaus como provável destino, mas o Rubro-Negro não quer. De olho na disputa dos dois títulos em disputa, vice-líder do Brasileiro e classificado para as oitavas de final da Sul-Americana, o Flamengo concentra esforços nas duas competições.

Com um ponto a menos que o Palmeiras (46 x 47), o Flamengo enfrenta o time paulista na quarta-feira em São Paulo. Faltando 14 rodadas, o time se aproxima do objetivo do ano: voltar à Libertadores da América. Entre os objetivos do ano expressos pela direção, o retorno à competição que não disputa desde 2014 era o principal. A última rodada colocou o Flamengo a sete pontos do Santos, primeiro time fora da zona de classificação para a Libertadores.

A mira nos títulos e no objetivo do ano fez a direção comunicar ao Fluminense que não quer jogar o Fla-Flu em Manaus. Os tricolores contavam em levar o jogo para a capital do Amazonas, mas o Rubro-Negro, que precisa concordar com o deslocamento da sede das partidas como visitante, vetou a longa viagem. No primeiro turno, a venda da partida levou os times para Natal - com vitória do Tricolor por 2 a 1.

A disputa do título Brasileiro não tira os olhos do Flamengo também da Sul-Americana. A comissão técnica tem aproveitado o elenco homogêneo para dosar o uso de jogadores. Palestino, do Chile, e Real Garcilaso, do Peru, decidem quem enfrenta o Rubro-Negro em jogo que será realizado nesta quinta-feira. O técnico Zé Ricardo justificou algumas mudanças na equipe lembrando o desgaste que o time vai ter com as duas competições e, agora, com viagem internacional na bagagem do elenco que não para no Rio de Janeiro.

As diretorias procuram solução para jogar no Rio de Janeiro e até o Engenhão, do Botafogo, que ainda está em poder da Rio 2016, foi cogitado, embora a negociação com a diretoria alvinegra não seja considerada fácil.

É preciso aguardar também a definição do STJD sobre a punição imposta ao Flamengo. Caso a partida contra o Vitória – que teve a presença de torcedores do Flamengo - não seja contabilizada para a pena de três partidas sem direito a ingressos de visitantes, Edson Passos, com torcida única, seria uma possibilidade.

Para minimizar o cansaço, a comissão técnica vem colocando os atletas reservas para treinar após as partidas noturnas, deixando os atletas de folga no dia seguinte. Foi assim contra o Figueirense, em Cariacica, e contra o Vitória, em Salvador. 

Fonte: http://globoesporte.globo.com/futebol/brasileirao-serie-a/noticia/2016/09/em-duas-frentes-por-titulo-e-liberta-fla-veta-classico-com-flu-em-manaus.html

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.