• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

Em meio à má fase do Flamengo, Arrascaeta ‘normaliza’ protestos da torcida: “Temos que ganhar para tranquilizar”

No último domingo (10), o Flamengo perdeu para o Ceará por 2 a 0 e chegou a terceira partida sem vencer no Campeonato Brasileiro. Com o baixo aproveitamento de Rogério Ceni à frente do Mais Querido, parte da Nação Rubro-Negra foi até o centro de treinamento no Ninho do Urubu protestar durante esta semana. Titular absoluto do Fla, De Arrascaeta comentou sobre a cobrança que o time vem sofrendo.

Em entrevista ao portal ‘Sport 890’, o jogador rubro-negro afirmou que no Brasil é comum que os torcedores cobrem por bons resultados quando o time não vai bem. Para o uruguaio, a ‘missão’ dos atletas é lidar bem com essa situação e voltar a vencer para acalmar os ânimos: “Aqui no Brasil é normal. Quando as equipes estão perdendo campeonatos ou sem resultados, os torcedores protestam. Os jogadores precisam saber lidar com isso. Temos que ganhar para tranquilizar tudo”, disse.

Arrascaeta chegou ao Mais Querido no começo de 2019, e junto com o clube, viveu o tão sonhado ‘ano mágico’ ao conquistar os títulos do Campeonato Brasileiro e da Libertadores da América, além do Carioca. Com 92 jogos e 27 gols marcados vestindo o Manto Sagrado, o camisa 14 também levantou os troféus da Supercopa do Brasil, Recopa Sul Americana e da edição 2020 do Estadual.

Junto ao restante do grupo, Arrascaeta se prepara para enfrentar o Goiás, na segunda-feira (18), em partida válida pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro. Buscando dar fim à má fase, o Flamengo viaja até Goiânia, onde encara os donos da casa no Serrinha, a partir das 20h (horário de Brasília). Enquanto o Rubro-Negro ocupa a quarta colocação na tabela de classificação, com 49 pontos, o Esmeraldino está na zona de rebaixamento, em 18º, com 26.

Publicado em colunadofla.com.